Crise na economia continua e afeta mercado europeu de carros novos

O mercado de carros novos europeus continua em declínio. Mesmo com o mercado em baixa em 2011, abril apresentou a menor queda de vendas no mês para este ano.
 

Finlândia, Grécia, Portugal e Servia são os exemplos dos países que mais foram afetados pela crise econômica. Para o mercado do setor automotivo, isto resultou em drásticas quedas nas vendas das montadoras. Renault e Open/Vauxhall registraram a maior queda nas vendas em abril, respectivamente de 16,9% e 16,1%. A Volkswagen se mantém no topo à frente da Ford.

A Mercedes atingiu o maior aumento nas vendas (5,4%) entre as maiores marcas europeias, em parte devido às melhorias dos modelos Classe B e Classe C. Enquanto, a Citroën apresentou um crescimento de 4,5% nas vendas em abril, com o bom desempenho nas vendas dos modelos DS4, DS5 e C4 Aircross, além do aumento nas vendas do modelo C3 na França e Itália.

Fora das dez maiores marcas, as vendas da Land Rover cresceram 54,7% devido ao sucesso do modelo Range Rover Evoque. Outra marca do grupo, a Jaguar, também obteve um aumento de 47% nas vendas com a reestilização do modelo XF, agora disponível com motor de 2.2 litros a diesel.

Os modelos Volkswagen Golf e Ford Fiesta mantiveram a primeira e segunda colocação entre os dez maiores modelos mais vendidos no Velho Continente, apesar da redução no volume de vendas em abril para ambos modelos. O lançamento do novo BMW Série 3 sedan resultou em recorde de vendas com 16,8% de crescimento no mês se comparado ao ano anterior, ocupando a nona colocação.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *