XC90 T8 ganha versão R-Design

  • Motor híbrido de 407 hp, recursos de segurança e equipamentos diferenciados, como suspensão a ar, Head Up Display, assistente de estacionamento e de direção, além de câmera com visão 360º, garantem um pacote único do modelo para o segmento

 

O SUV XC90 – responsável pelo início da transformação pela qual a Volvo Cars vem passando desde 2015 – acaba de ganhar mais uma versão híbrida plug-in, agora na configuração de estilo esportivo da gama, R-Design.

Além da performance, da tecnologia e da segurança, o XC90 T8 R-Design investe em um visual mais ousado, de olho no consumidor que está em busca de um utilitário esportivo completo para sua família, mas que preza por um design marcante e diferenciado, por dentro e por fora.

Nesse sentido, a marca equipou o modelo com rodas de liga leve de 22 polegadas. Os para-choques dianteiro e traseiro são exclusivos da versão, assim como a grade preta R-Design. Completam o pacote exterior duas novas cores vibrantes: Passion Red e Bursting Blue.

O interior também prima pela exclusividade, com volante e assentos com revestimento em couro e Nubuck próprios da versão. Coerente em sua proposta, o XC90 T8 R-Design apresenta acabamento interno com detalhes defibra de carbono no painel de instrumentos e console da cabine. O consumidor também encontra jogo de tapetes de carpete alusivos à configuração esportiva, além de chave de couro R-Design com controle remoto integrado e função de memória.

Com mais essa opção, a Volvo Car Brasil passa a comercializar no mercado nacional a mais ampla linha de modelos híbridos plug-in do segmento premium. São três modelos em seis versões eletrificadas: XC60 T8 R-Design e Inscription, S90 T8 Inscription e XC90 T8 Inscription, R-Design e Excellence (de quatro bancos individuais), uma oferta que reforça sua estratégia de eletrificação da gama.

O XC90 T8 R-Design combina o potente motor Drive-E Turbo Supercharger de 2 litros e 4 cilindros, que produz 320 hp, com um motor elétrico de 87 hp, alimentado por uma bateria de íons de lítio de alta capacidade (10,4 Kwh). Juntos, geram 407 hp de potência máxima e torque de 640 N.m, números de desempenho dignos de carro esportivo, afinal, mesmo com 2.319 kg, o modelo atinge os 100 km/h em apenas 5,6 segundos.

O controle dinâmico do veículo é ajudado pelo posicionamento inteligente da bateria. Instalada na área central, ao longo do túnel do chassi, ela não compromete o espaço interno para os passageiros e para a bagagem (721 litros de capacidade), além de oferecer melhor distribuição de peso.

Compatível no modo plug-in, o XC90 T8 R-Design oferece uma combinação inigualável em um veículo premium: potência, luxo, tecnologia, sofisticação, baixo consumo de combustível e reduzido nível de emissão, mudando a percepção que o consumidor tem, de forma geral, sobre os modelos elétricos.

O conjunto ótico com o distintivo formato em T – conhecido como Martelo de Thor – confere ao modelo uma identidade imponente. O Volvo FULL LED System é o mais avançado sistema de iluminação do segmento, que incorpora quatro funções aos faróis.

A iluminação de LED é programada para evitar o ofuscamento da visão de outros motoristas que vêm em sentido contrário ou que estejam à frente no mesmo sentido ao mudar automaticamente entre um feixe de luz focado ou desfocado dos carros. Há também nivelamento automático do facho do farol de acordo com o número de ocupantes e o carregamento do veículo, além deluz DRL com acendimento automático, que contribui para a visualização do modelo, mesmo em dias muito claros. Os faróis contam, ainda, com a tecnologia Automatic Bending Lights (ABL), que direciona os faróis automaticamente em até 30º para os lados, facilitando ainda mais a visão nas curvas.

A transmissão automática Geartronic de oito velocidades utiliza a tecnologia Shift by Wire totalmente eletrônica. A função na posição B auxilia na frenagem pelo freio-motor elétrico para recuperar e transmitir energia de volta para o carro, seja para recarregar a bateria ou para uso imediato. Nela, é também possível fazer a redução de marchas manualmente, ajudando na frenagem do veículo.

A tecnologia do painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas incorpora funções diferentes das versões D5 (diesel) e T6 (gasolina), como indicação do modo de condução, nível de regeneração de energia, quantidade de carga da bateria e horário em que ela estará 100% carregada. A tela central sensível ao toque de 9 polegadas também agrega informações que possibilitam ao condutor observar em gráficos o funcionamento do sistema híbrido, no que se refere a utilização dos motores elétrico e a combustão, seus respectivos consumos e também a regeneração de energia entre esses componentes.

A tela central apresenta outras duas funções: a tecla HOLD permite ao condutor “guardar” a energia da bateria para uso posterior. Por exemplo, no caso de o motorista optar por utilizar somente o motor a combustão na estrada e a carga da bateria na cidade. O ícone de um cadeado aparece no painel; e a teclaCHARGE aciona o carregamento da bateria utilizando o motor a combustão, que age como um “gerador de energia”.

O XC90 T8 R-Design vem equipado com cabo de 4,5 metros para carregamento de uso doméstico. A carga total da bateria é feita em três horas considerando uma tomada aterrada de tensão 220V e 16A. É possível carregar o veículo com tomadas de menor amperagem, no entanto, com maior tempo para a recarga.

O XC90 T8 conta com seis modos de condução. Três deles se adequam praticamente a qualquer condição:

Como símbolo da sofisticação, a manopla do câmbio é feita de cristal sueco da marca Orrefors®. Além de luxuoso, o interior do SUV conta com bancos dianteiros com aquecimento, regulagens elétricas de posição, de ajuste lateral, para a lombar, de extensão e memória.

O XC90 T8 R-Design possui um sistema composto por quatro câmeras que cria uma visão de pássaro ao redor do carro no painel central. O sistema da câmera 360º funciona em velocidades até 10km/h e auxilia muito para estacionar em espaços complicados, proporcionando uma visão de cima do veículo.

O veículo apresenta um dos melhores sistemas de áudio já desenvolvidos para um automóvel, em parceria com a Bowers & Wilkins. São 1.400 watts, 19 alto-falantes – com um dos primeiros subwoofers air-ventilated instalados em um carro – e um software de processamento de áudio de última geração que simula, dentre outros ambientes, a sala de concerto da Orquestra Filarmônica de Gotemburgo.

O modelo é vendido na rede de concessionárias da marca por R$ 429.950,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *