Como a pandemia cria oportunidades

Hoje vamos falar deste momento de Pandemia e do evidente descréscimo empresarial em muitos setores. Em todas as recentes publicações percebemos a mesma frase clichê: as mudanças bruscas nos fazem inovar. Apesar de insistente a mensagem é verdadeira e traz um sentido muito amplo do que seria ter ou fazer a mudança.

A maioria dos empresários ancoram seus modelos de negócios em procedimentos
conservadores, entendendo que a segurança dessa atitude trará vida longa a sua empresa.
Porém, diariamente, essas empresas entram em derrocada, provando que o trivial e o seguro
não existem mais.

A tecnologia  migrou o mundo empresarial para outro patamar da história, com mudanças muito
maiores que todas as revoluções passadas. Trouxe medidas de gerenciamento, avaliação e controle de dados nunca vista pelas gestões anteriores. Contudo, vivemos em meio uma pandemia que deixa marcas também nunca vistas anteriormente.

E como você pode trazer sua empresa para o lugar certo?

Em primeiro lugar compreender a necessidade de deixar as “antigas” formas e buscar uma mudança na visão como gestor. Só assim conseguirá enxergar novos caminhos.
Esteja sempre acompanhado de bons profissionais para lhe apoiar nas suas necessidades empresariais e esteja pronto para conjugar seu olhar impulsionador e otimista com estes apoiadores.

Busque o que há de mais inovador para o seu negócio. Pense, como sua empresa pode inovar? Quais processos ou procedimentos podem ser melhorados?
Quais novos “produtos” posso oferecer ao mercado? Quais novos clientes posso buscar
captar? Quais mudanças internas pode ser feitas para melhorar a minha entrega de hoje?

Pense alto, pense grande, imagine tudo que pode ser. Mesmo que esse “grande” não seja seu
futuro imediato ele tem q ser almejado e perseguido. Depois de mudar suas ideias e a postura perante o seu negócio você conseguirá planejar novos soluções. Faz a conta do que seria necessário para executar seu planejamento, aproveite a oportunidade que lhe foi “dada” para transformar sua empresa em algo novo e que perpetue.

Assim conseguiremos, talvez, que os empresários do Brasil deem um passo pra frente, em
direção ao resto do mundo.

Este artigo foi elaborado por Tamires Endringer e MIlza Fernandes, Empresária contábil e Presidente da Associação de contabilista de Vila Velha/ES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *