Governo decidiu prorrogar acordos de suspensão e redução salarial

O Ministério da Economia decidiu prorrogar novamente os acordos de suspensão dos contratos de trabalho e redução salarial, que esses acordos sejam estendidos por mais dois meses e foi anunciada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Notoriamente o  programa foi bem conduzido e  bem sucedido neste período de pandemia. Mais de onde milhões de empregados fizeram acordos de suspensão ou redução salarial e a maior parte desses acordos foram renovados depois que o governo decidiu prorrogar os prazos iniciais da MP 936. Logo, já são 18 milhões de contratos no âmbito da MP 936.

Foram preservados quase onze milhões de empregos. Isso representa um terço dos empregos de carteira assinada do Brasil. Até agora, o governo liberou R$ 25,5 bilhões para o BEM, que prevê o pagamento de uma compensação salarial para os trabalhadores que tiveram a renda reduzida.

Boa parte desses acordos, contudo, iria expirar neste mês. Por isso, o governo vai permitir que empregados e empregadores prorroguem por mais dois meses os acordos, mediante a assinatura de mais um aditivo contratual. Com isso, o prazo total dos acordos, que já havia sido prorrogado em outras duas ocasiões, poderá chegar a até oito meses.

Vamos aguardar a publicação do Decreto para que possamos adotar todas as medidas anunciadas por Paulo Guedes.

 

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *