• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arezzo iniciará atividades no Estado e vai gerar 80 empregos no Estado

  • COMPARTILHE
Economia

Arezzo iniciará atividades no Estado e vai gerar 80 empregos no Estado

Os entendimentos entre empresa e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), foram iniciados no primeiro semestre de 2015

A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira (19) Foto: Divulgação/Governo

Na manhã desta terça-feira (19), o presidente do grupo Arezzo, Alexandre Birman, junto com sua diretoria, anunciou em almoço com o governador Paulo Hartung e o prefeito Juninho, que o Centro de Distribuição (CD) construído no Espírito Santo iniciará suas operações ainda no primeiro semestre de 2016 no município de Cariacica. O empreendimento deverá gerar cerca de 80 empregos diretos e mais de 100 indiretos. 

Os entendimentos entre empresa e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), foram iniciados no primeiro semestre de 2015. “O centro de distribuição da Arezzo vai gerar oportunidades no Estado. O presidente do grupo ressaltou que o Espírito Santo tem um importante papel na estratégia de crescimento da empresa devido à nossa logística e condições oferecidas. É um importante passo para dinamizar o setor de logística e transporte”, ressaltou o secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo.

"Precisamos diversificar e fortalecer potencialidades de nossa economia e essa é a diretriz do nosso planejamento estratégico, pois só assim vamos conseguir evitar e enfrentar as instabilidades do mercado e ter uma janela de prosperidade que possibilite aos capixabas oportunidades e condições de igualdade", ponderou o governador Paulo Hartung.

O Grupo Arezzo é uma das empresas enquadradas no Contrato de Competividade, em novembro de 2015, instrumento adotado pelo Governo do Estado para a concessão de benefícios fiscais a setores produtivos locais, fruto de ampla discussão com os representantes dos setores. Pelo Contrato, os setores produtivos têm o compromisso de aumentar a competitividade das empresas estabelecidas no Estado do Espírito Santo, em relação às similares de outras regiões do país.