• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BC da Argentina reduz taxa de juros para 28% ao ano

Economia

BC da Argentina reduz taxa de juros para 28% ao ano

São Paulo - O Banco Central da República Argentina (BRCA) reduziu de 28,75% para 28,0% a taxa básica de juros da economia do país, reforçando que a inflação do país quebrou nos últimos meses o nível de resistência observado de 2016 até meados de 2017 e que a política monetária vai ser conduzida para alcançar a meta em 2018.

A instituição comentou que a redução da taxa de juros ocorre no contexto de ajusta da meta de inflação no país. No final de dezembro, a instituição anunciou o alvo de 15% para 2018, 10% em 2019 e 5% em 2020. O BC argentino atrasou em um ano o compromisso de ter o nível de preços em 5%.

Apesar da queda da taxa, o banco central argentino reforçou a cautela na condução da política monetária. "Por causa dessa moderação, o viés de contração somente poderá se sustentar no tempo na medida em que a evolução da desinflação seja compatível com a trajetória buscada", disse a instituição, em comunicado.

No texto, o BCRA informou ainda que as transferências para o Tesouro vão diminuir em 2019 à metade do montante esperado para este ano. "Para os anos subsequentes, está definida uma regra automática não vinculada à taxa de inflação mas ao crescimento real da demanda de dinheiro", afirmou.