• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Petrobras bate recorde de produção em 2017, com 2,15 milhões de barris por dia

Economia

Petrobras bate recorde de produção em 2017, com 2,15 milhões de barris por dia

A produção própria de gás natural da estatal em 2017, de 79,6 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), também alcançou volume inédito

Considerando o Brasil e o exterior, a produção média somente de petróleo, em 2017, foi de 2,22 milhões bpd 

São Paulo - A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil cresceu 0,4% em 2017 frente ao ano anterior, somando 2,15 milhões de barris por dia (bpd), atingindo um recorde histórico pelo quarto ano consecutivo. Esse é também o terceiro ano consecutivo que a companhia cumpre sua meta de produção.

A produção própria de gás natural da estatal em 2017, de 79,6 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), também alcançou volume inédito. Com isso, a produção total no País chegou a 2,65 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), indicando acréscimo de 0,9% em relação a 2016. A marca também constitui um novo recorde.

No ano passado, a média anual da produção operada (considerando Petrobras e seus parceiros) na camada pré-sal foi a maior da história da companhia, com a marca de 1,29 milhão de bpd, indicando aumento de 26% ante 2016. Além disso, a petroleira e seus parceiros atingiram em dezembro recorde mensal (1,36 milhão de bpd) e diário (1,48 milhão de bpd em 4 de dezembro) naquela camada.

O desempenho é atribuído a maior produção no campo de Lula, com a interligação de novos poços aos FPSOs Cidade de Saquarema, Cidade de Maricá e Cidade de Itaguaí, além do início da operação da plataforma P-66 - e do campo de Lapa - com a interligação de novos poços ao FPSO Cidade de Caraguatatuba - ambos localizados no pré-sal da Bacia de Santos. O início de produção do FPSO Pioneiro de Libra, que opera no campo de Mero, também no pré-sal da Bacia de Santos, foi outro fator que contribuiu para o aumento da produção.

O índice de aproveitamento de gás da Petrobras no Brasil foi de 96,5% em 2017, outro recorde. Esse resultado é consequência dos avanços obtidos, nos últimos anos, pelo Programa de Otimização do Aproveitamento de Gás.

Produção no exterior

A produção média de petróleo no exterior caiu 20% em 2017, somando 64 mil bpd, enquanto a produção média de gás natural diminuiu 39% na mesma base de comparação, ficando em 8,3 milhões m3/d. A queda se deve, principalmente, aos desinvestimentos, como a venda da Petrobras Argentina.

Considerando o Brasil e o exterior, a produção média somente de petróleo, em 2017, foi de 2,22 milhões bpd e a produção média anual de petróleo e gás foi de 2,77 milhões boed.

Dezembro

Em dezembro, a produção total de petróleo e gás natural totalizou 2,72 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), sendo 2,62 milhões boed produzidos no Brasil e 100 mil boed no exterior.

A produção média de petróleo no País foi de 2,13 milhões de barris por dia (bpd). O desempenho foi semelhante ao volume produzido em novembro. A produção de gás natural, excluído o volume liquefeito, foi de 77,9 milhões m3/dia. A produção de petróleo e gás natural operada na camada pré-sal, porém, cresceu 2% em relação ao mês anterior, somando 1,68 milhão de boed.

No exterior, a produção média de petróleo, em dezembro, foi de 60 mil bpd e a produção média de gás natural foi de 6,7 milhões m3/dia.