• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Nossa expectativa é de um ano melhor', diz presidente do BNDES

Economia

'Nossa expectativa é de um ano melhor', diz presidente do BNDES

Rio - A expectativa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é de que 2017 seja um ano melhor para a economia, mas a presidente da instituição de fomento, Maria Silvia Bastos Marques, destacou nesta terça-feira, 14, que o banco não cria demanda. Segundo a executiva, diante de uma recessão única na história, o BNDES não consegue evitar queda no volume de empréstimos.

"O banco não cria projetos, o banco financia projetos. Nós reagimos à demanda e, obviamente, podemos fomentar projetos, e isso estou buscando que a gente faça mais", disse Maria Silvia, após fazer a palestra de abertura do seminário "O BNDES Mais Perto de Você", na sede do banco, no Rio.

Segundo Maria Silvia, cerca de metade dos desembolsos de 2016 referem-se a empréstimos aprovados em anos anteriores. No sentido inverso, haverá demora até os desembolsos reagirem. "Nossa expectativa é de um ano melhor. Os sinais de retomada acontecem, mas isso não é uma questão de vontade. Sabemos que existe um grande nível de capacidade ociosa na indústria", afirmou a executiva.

A presidente do BNDES informou que as consultas, primeira fase do processo de pedido de um empréstimo no banco, já melhoraram nos dados de janeiro e fevereiro, "mas ainda são coisas incipientes". Somente os setores de infraestrutura, petróleo e gás e agricultura não estão com excesso de capacidade ociosa, segundo Maria Silvia.

"Vai haver um ponto de inflexão este ano. O quanto vamos desembolsar? Minha resposta vai ser sempre: o máximo possível. Queremos muito bons projetos para financiar", afirmou a presidente do BNDES.