• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BCE pode lançar novos estímulos, diz economista-chefe da instituição

Economia

BCE pode lançar novos estímulos, diz economista-chefe da instituição

Frankfurt - O Banco Central Europeu (BCE, na sigla em inglês) pode lançar novos estímulos para contrabalançar os novos choques recebidos pela economia no continente, afirmou hoje o economista-chefe da instituição, Peter Praet.

Em um evento na Alemanha, Praet defendeu a política de juros negativos da instituição, afirmando que ela encorajou parte dos bancos a emprestar, e reiterou que a autoridade monetária europeia não está discutindo o chamado "helicóptero de dinheiro".

"Caso novos choques se materializem, nossas medidas podem ser recalibradas uma vez mais para enfrentar esses ventos contrários", disse o dirigente.

No mês passado, o BCE anunciou novas medidas de estímulo, incluindo cortes em suas três principais taxas de juros, a elevação do volume de títulos comprados de 60 bilhões de euros para 80 bilhões, e uma série de empréstimos ultra baratos para bancos.

A última rodada de estímulos recebeu fortes críticas da Alemanha, a principal economia do bloco. No mês passado, o presidente do Bundesbank, o banco central alemão, Jens Weidmann, afirmou que o pacote "não era convincente" e que o BC europeu foi "longe demais".

Praet revidou as críticas. "(Eles dizem) dinheiro não é importante. Se for assim, me deem esse dinheiro", disse.

O economista-chefe do BCE também reiterou que os 25 membros do conselho executivo não estão discutindo o chamado "helicóptero de dinheiro", uma abordagem diferente para o combate à inflação ultra baixa que envolve, ao invés da compra de ativos dos mercados financeiros, transferências diretas para os cidadãos através do incremento dos gastos do governo ou cortes nos impostos.

Tal possibilidade "não está sobre a mesa, nem mesmo está sendo discutida", disse Praet. Fonte: Dow Jones Newswires.