• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arthur Maia diz ao PR que governo irá preservar emendas parlamentares

  • COMPARTILHE
Economia

Arthur Maia diz ao PR que governo irá preservar emendas parlamentares

Brasília - O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), informou aos parlamentares da bancada do PR que o governo fará uma remanejamento de recursos do Orçamento para preservar as emendas parlamentares do Orçamento. "Tenho uma boa notícia. Ouvi do Palácio do Planalto que depois do corte do Orçamento haverá remanejamento de recursos para preservar as emendas", disse o relator durante reunião da bancada do partido de 39 deputados para discutir as mudanças na proposta de reforma.

No corte do Orçamento de R$ 41,2 bilhões, o governo fez um grande contingenciamento de emendas dos parlamentares e, agora, esse contingenciamento já começa a ser revisto.

Durante a reunião com o relator, alguns parlamentares reclamaram que o governo privilegia as emendas de deputados que são mais próximos das lideranças políticas do governo Michel Temer em detrimento das emendas dos deputados do chamado "baixo clero".

O relator ouviu de boa parte dos deputados do PR preocupação com as eleições de 2018 e o temor de não serem reeleitos diante da pressão dos eleitores contra a reforma. O deputado Delegado Edson Moreira (PR-MG) disse claramente ao relator que a reforma não será aprovada. Os relator de muitos parlamentares do PR foram nessa mesma direção.

Ao final da reunião, o relator disse que é melhor dar o voto favorável à reforma do que correr o risco de nas eleições de 2018 a economia estar um desastre. Oliveira Maia disse que um cenário de grande vulnerabilidade ocorrerá no ano que vem se a reforma do presidente Temer não for aprovada. "Somos todos sócios desse governo porque votamos no impeachment. Maia disse ainda aos deputados do PR que é preciso defender com "peito aberto" e "alto e bom som" a fixação de idade mínima para aposentadoria na reforma da Previdência.