• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Assessor de Trump não acredita em guerra comercial com China, mas pede reformas

Economia

Assessor de Trump não acredita em guerra comercial com China, mas pede reformas

Diretor do Conselho Econômico Nacional dos Estados Unidos, Larry Kudlow afirmou que a China é a culpada pelas atuais tensões comerciais, não o presidente Donald Trump. Segundo ele, os chineses mantêm práticas comerciais injustas e precisam mudá-las, reformando seu sistema. "Todos concordam" com isso, segundo o assessor econômico de Trump. Kudlow afirmou, durante um painel em Washington, que a aproximação entre Trump e o presidente da China, Xi Jinping, é uma boa notícia e pode levar a um acordo, acrescentando que não acredita que uma guerra comercial possa se materializar.

A autoridade afirmou que os EUA até agora evitaram uma guerra comercial e mostrou otimismo sobre o crescimento econômico no país. Para ele, caso a China reduza barreiras, os americanos exportarão mais para ela e isso apoiará o crescimento. Os dois lados devem tentar reduzir suas tarifas o máximo possível, argumentou. A China precisa cortar tarifas em produtos agrícolas e tecnologia, por exemplo, para apoiar o crescimento, afirmou. "Eu acho que é a hora certa para a China fazer as mudanças que deveriam ter realizado", comentou. Kudlow disse não saber, porém, se os EUA podem reduzir o déficit comercial com a China.

O assessor comentou também o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês), em renegociação neste momento entre os EUA, o México e o Canadá. Segundo ele, o Nafta é uma base importante para solucionar questões comerciais dessas nações. Fonte: Dow Jones Newswires.