• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Pedido de vista suspende julgamento do Cade sobre cartel de estacionamentos em SP

Economia

Pedido de vista suspende julgamento do Cade sobre cartel de estacionamentos em SP

São investigadas as empresas Netpark, Zig Park, Garage Inn Estacionamentos (EPP), JLN Estacionamento e Rod Estacionamento

A conselheira Polyanna Vilanova pediu vista e suspendeu o julgamento pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) do processo que investiga cinco empresas e seis pessoas físicas por formação de cartel em concorrências privadas para a contratação de empresas de estacionamento em São Paulo.

São investigadas as empresas Netpark, Zig Park, Garage Inn Estacionamentos (EPP), JLN Estacionamento e Rod Estacionamento, suspeitas de fixar preços e acordar apresentação de propostas entre 2010 e 2012.

Em dezembro de 2016, a Superintendência-Geral do Cade havia pedido a condenação das cinco empresas. O Ministério Público Federal e a Procuradoria-Geral do Cade também se manifestaram pela condenação.

Nesta quarta-feira, 9, a relatora do processo, Cristiane Alkmin, porém, entendeu que não existem provas suficientes para a condenação. Ela citou que os documentos juntados aos autos são "descontextualizados" e que a única prova apresentada foi uma troca de e-mails entre os participantes com o edital de uma das licitações anexado. "É extremamente provável que cartéis estejam sendo formados neste mercado pelo Brasil afora. Estacionamento é muito caro, principalmente nos grandes centros, não diria que não tenha suspeita, mas não são meras suspeitas que você pode condenar", afirmou.

A investigação teve início no Cade em 2012 e, em abril de 2014, a Allpark Empreendimentos, empresa do BTG, assinou um termo de cessação de conduta pelo qual pagou R$ 10 milhões e se comprometeu a colaborar com as investigações em troca de ter o processo contra ela arquivado.