• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Barclays: Copom deve subir Selic em 0,50 p.p, mesmo após dados negativos da PIM

Economia

Barclays: Copom deve subir Selic em 0,50 p.p, mesmo após dados negativos da PIM

São Paulo - Apesar da deterioração da economia, o Barclays continua acreditando que o Comitê de Política Monetária (Copom) poderá elevar em 0,50 ponto porcentual a taxa básica de juros esta semana e promover outra alta de 0,25 ponto no encontro de julho. "O discurso 'hawkish' (conservador) do Banco Central para recuperar a credibilidade e a inflação no centro da meta (de 4,5%) até o final de 2016 deve prevalecer sobre o bastante fraco cenário econômico", destaca relatório, após divulgação da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda de 1,2% da produção industrial em abril ante março, com ajuste, veio menos intensa que o recuo de 1,4% esperado pelo Barclays. No entanto, o resultado não altera o cenário de perspectivas negativas para o setor em maio, conforme o banco. "A produção industrial abril surpreendeu um pouco (margem), mas ainda mostrou uma contração significativa, de 1,2%, compatível com um decréscimo anual de 7,6%.

Deixa um carry over (carrego estatístico) negativo de 2,1% para a produção industrial do segundo trimestre de 2015", destaca relatório assinado por Bruno Rovai, economista para Brasil do banco em Nova York. A estimativa do Barclays é que a produção industrial feche o ano com declínio de 5,5%, após baixa de 3,2% em 2014.

A instituição ressalta que os níveis de confiança e de utilização estão em níveis históricos de baixa, sugerindo que a economia dever continuar em retração, devendo intensificar a queda no segundo trimestre. A expectativa da instituição é que o Produto Interno Bruto (PIB) passe de um recuo de 0,2% nos três primeiros meses do ano para uma retração de 0,7% no segundo trimestre.