• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BC do Japão está mais confiante que pode gerir juro dos JGBs, dizem fontes

Economia

BC do Japão está mais confiante que pode gerir juro dos JGBs, dizem fontes

Tóquio - Autoridades do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) estão mais confiantes em relação à sustentabilidade de seu sistema para gerir os juros dos JGBs - como são conhecidos os bônus do governo japonês - depois de conseguirem conter uma recente elevação nos rendimentos, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Isso significa que é mais improvável que o banco central japonês faça ajustes em juros, apesar de mudanças na política monetária de outros BCs e de acentuados movimentos nos juros externos.

Houve especulação de que o BoJ teria de considerar elevar sua meta para o juro do JGB de 10 anos - atualmente estipulada em 0% - se um movimento global de liquidação de bônus continuasse impulsionando os rendimentos ao redor do mundo.

Embora economistas acreditem que o sistema do BoJ ficará vulnerável se a trajetória da política monetária dos EUA continuar divergindo da do Japão, o BC japonês parece confiar que conseguirá manter a curva do juro sob controle, dentro do sistema que adotou em setembro do ano passado, de acordo com comentários das fontes.

Em reunião de política monetária que irá concluir nesta quinta-feira, espera-se que o BoJ confirme sua meta de juro zero para o JGB de 10 anos e mantenha a taxa de depósitos em -0,1%.

Recentemente, quando o juro do JGB de 10 anos atingiu 0,105%, o maior patamar desde 3 de fevereiro, o BoJ ampliou temporariamente suas compras regulares de bônus do governo e se dispôs a adquirir uma quantidade ilimitada de papéis, a uma taxa equivalente a 0,11%. A iniciativa acabou sinalizando até que ponto o BC japonês permitiria que o juro subisse. Em reação ao BoJ, o rendimento do JGB de 10 anos logo recuou para 0,085%.

"O BoJ poderá fazer quantas operações de renda fixa que quiser para conter saltos nos juros", disse uma das fontes.

Nos últimos dias, o retorno de JGBs e de Treasuries tem mostrado tendência de queda, em meio a sinais de que o Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) poderá ser ainda mais cauteloso na elevação de juros e dúvidas sobre a capacidade do governo do presidente Donald Trump de aprovar sua agenda de reformas. Fonte: Dow Jones Newswires.