• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BC revisa projeção para déficit externo de 2015 de US$ 81 bi para US$ 65 bi

Economia

BC revisa projeção para déficit externo de 2015 de US$ 81 bi para US$ 65 bi

Brasília - O Banco Central apresentou nesta terça-feira, 22, suas novas projeções para o quadro do setor externo este ano. De acordo com a autarquia, haverá um rombo de US$ 65 bilhões das transações correntes este ano, menor do que a estimativa anterior, de um déficit de US$ 81 bilhões. Um dos itens mais importantes para chegar a esse montante é a previsão para o comportamento da balança comercial no período, que foi revisada de um saldo positivo de US$ 3 bilhões para um de US$ 12 bilhões.

No caso das exportações, entretanto, a estimativa do BC passou de US$ 200 bilhões para US$ 192 bilhões. Já para as importações houve um recuo na expectativa de US$ 197 bilhões para US$ 180 bilhões em 2015.

A projeção para ingresso de investimento estrangeiro direcionado para o setor produtivo também foi reduzida, de US$ 80 bilhões para US$ 65 bilhões. Com isso e as outras mudanças, caso elas se confirmem, o Investimento Direto no País (IDP) fica empatado com o rombo nas transações correntes, cobrindo integralmente o déficit.

No caso dos gastos com viagens este ano, o BC prevê um total de US$ 13 bilhões. A estimativa anterior era de despesas no valor de US$ 14,5 bilhões. A autoridade monetária também alterou sua estimativa para gasto com juros em 2015, passando de US$ 20,9 bilhões para US$ 22,1 bilhões.

Sobre a remessa de lucros e dividendos ao longo do ano, a expectativa do BC agora é de saída de US$ 18 bilhões, e não mais de US$ 21 bilhões como no levantamento anterior - essa conta é altamente influenciada pelo esfriamento da economia doméstica.

A autarquia revisou para cima a projeção para investimento em ações de 2015 de US$ 15 bilhões para US$ 11 bilhões. Até porque, apenas nos primeiros oito meses do ano, o total aplicado nesse tipo de investimento já soma US$ 10,127 bilhões. Já para renda fixa, o BC alterou sua previsão de 2015 de US$ 26,5 bilhões para US$ 20 bilhões.