• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Produção de petróleo da Opep sobe 420 mil barris por dia em agosto, diz AIE

  • COMPARTILHE
Economia

Produção de petróleo da Opep sobe 420 mil barris por dia em agosto, diz AIE

A produção dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) avançou em agosto, mais que compensando a queda ocorrida na oferta do Irã, de acordo com relatório divulgado nesta quinta-feira pela Agência Internacional de Energia (AIE). Em seu levantamento mensal, a AIE afirmou que a produção da Opep subiu 420 mil barris por dia (bpd) em agosto, para uma média de 32,63 milhões de bpd.

Trata-se da maior elevação mensal da produção da Opep em mais de dois anos, o que levou a oferta do grupo à máxima em nove meses. Os ganhos vieram sobretudo de Líbia, Iraque, Nigéria e Arábia Saudita. O salto na produção "compensa de longe as perdas do Irã, antes das sanções dos EUA", afirma a AIE. Os números sinalizam que a Arábia Saudita, maior exportador da commodity no mundo, e seus aliados atuam rapidamente para preencher o espaço deixado na oferta global e manter o mercado equilibrado.

Entidade sediada em Paris que assessora governos e corporações sobre as tendências no setor de energia, a AIE disse que a alta na produção da Opep levou o ganho total na oferta global para o patamar recorde de 100 milhões de bpd em agosto.

A própria Opep, em seu relatório mensal divulgado na quarta-feira, disse que sua produção havia aumentado 278 mil bpd no mês passado.

A AIE afirmou ainda que a produção do Irã recuou 150 mil bpd em agosto, para 3,63 milhões de bpd, enquanto as exportações do país caíram 280 mil bpd, para 1,9 milhão de bpd. "Importantes compradores, China e Índia cortaram bastante" suas compras do país persa, apontou a agência. O presidente americano, Donald Trump, retirou os EUA do acordo internacional de 2015 para conter o programa nuclear iraniano, o que abriu caminho para a volta de sanções econômicas contra Teerã.

A produção da Arábia Saudita subiu 70 mil bpd em agosto, a 10,42 milhões de bpd, segundo a AIE. A da Rússia, por sua vez, manteve-se estável no mês, em pouco mais de 11,2 milhões de bpd, mas isso representa uma alta de 300 mil bpd na comparação com agosto de 2017.

A AIE ainda manteve suas projeções para o crescimento na demanda neste ano e no próximo, em 1,4 milhão de bpd para 2018 e 1,5 milhão de bpd para 2019. Fonte: Dow Jones Newswires.