• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

BC projeta déficit externo de US$ 62 bilhões em 2015 e de US$ 41 bilhões em 2016

Economia

BC projeta déficit externo de US$ 62 bilhões em 2015 e de US$ 41 bilhões em 2016

Brasília - O Banco Central apresentou suas primeiras projeções para o comportamento do setor externo de 2016 ao mesmo tempo que refez as estimativas para 2015. O rombo das transações correntes do ano que vem somará US$ 41 bilhões, patamar bem menor do que a nova estimativa para 2015, de déficit de US$ 62 bilhões.

No caso da balança comercial, a expectativa é de um saldo positivo de US$ 30 bilhões em 2016 ante projeção também atualizada hoje para 2015, de US$ 15 bilhões. Esse resultado será formado, de acordo com o BC, por exportações de US$ 190 bilhões e importações de US$ 160 bilhões. A grande diferença de 2015 para 2016, portanto, se dá pela expectativa menor das compras a serem feitas pelo Brasil no exterior.

Mesmo com a perda do grau de investimento brasileiro pela segunda agência de classificação de risco (Standard & Poor's e Fitch), o BC acredita que o Investimento Direto no País (IDP) seguirá forte e projeta US$ 60 bilhões de entradas no ano que vem ante US$ 66 bilhões de 2015. O volume será mais do que suficiente para cobrir o déficit externo de 2016.

Na avaliação do BC, dólar e economia fraca continuarão a pesar na decisão do brasileiro de viajar para o exterior e projeta gastos de US$ 9 bilhões. A nova estimativa para este ano com essa rubrica é de despesas no valor de US$ 11,7 bilhões. A autoridade monetária também apresentou sua expectativa para gasto com juro em 2016, que será de US$ 20,9 bilhões ante US$ 21,2 bilhões de 2015. Sobre a remessa de lucros e dividendos ao longo do ano que vem, a projeção do BC é de saída de US$ 20 bilhões em 2016 - a mesma previsão para este ano.

A autarquia previu ainda que o investimento em ações de 2016 será de US$ 6 bilhões - para 2015 projeta US$ 10 bilhões. Já para renda fixa, o BC também estima US$ 6 bilhões ante US$ 13 bilhões deste ano.