• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sinal verde para o ES: homologada licitação para obras no aeroporto de Vitória

  • COMPARTILHE
Economia

Sinal verde para o ES: homologada licitação para obras no aeroporto de Vitória

A expectativa é que com uma área de 28 mil m², o novo aeroporto possa ampliar sua capacidade total de atendimento a passageiros, passando de 4,2 milhões para 9,8 milhões por ano

Obras devem ser retomadas no primeiro trimestre Foto: Divulgação

Foi homologado, nesta sexta-feira (16), o resultado do processo licitatório que autoriza a retomada das obras do Aeroporto Eurico Salles, em Vitória.  A paranaense Jota Ele Construções Civis S.A venceu a licitação realizada pela Infraero no ano passado e será a responsável para reiniciar e concluir as obras do aeroporto, paralisadas desde 2007. 

Com a homologação publicada, a Infraero e o consórcio vencedor devem assinar o contrato de obras e, após a apresentação das garantias contratuais previstas em lei específica será emitida a ordem de serviço, que autoriza o início do trabalho.  Se não houver alteração nos prazos, a retomada das obras deverá acontecer em março de 2015 e a conclusão até o fim de 2017. 

A expectativa é que com uma área de 28 mil m², o novo aeroporto possa ampliar sua capacidade total de atendimento a passageiros, passando de 4,2 milhões para 9,8 milhões por ano. Estão projetadas cinco pontes de embarque, 31 balcões de check-in e uma área nova destinada ao estacionamento de veículos. Atualmente são 592 vagas e, com a ampliação, passaria para 2.054 vagas.

Também na pista haverá modificações, e as aeronaves passarão a contar com uma pista de 2.058 metros de extensão por 45 metros de largura. Pelo novo projeto, a pista será construída em direção ao mar, o que diminui o impacto ambiental, reduzindo os ruídos e vibrações no entorno.

O investimento na melhoria do aeroporto, segundo a Infraero, entre os anos de 2011 e 2014, foi de aproximadamente R$ 45 milhões. A empresa pública informa que a verba foi destinada a obras de modernização como reforma do terminal de passageiros, instalação de dois módulos operacionais (embarque e desembarque) e construção de uma torre de controle, apontada como uma das mais modernas do Brasil. Ela possui 35 metros de altura, amplas instalações, dando, melhorando o apoio na navegação aérea. 

Empresa vencedora
A construtora Jota Ele Construções Civis S/A possui sede em Curitiba (PR). A principal atividade econômica da empresa é baseada na construção de edifícios. A construtora foi responsável pela duplicação do aeroporto de Curitiba e pela revitalização do Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.