Língua presa em bebês

Compartilhe esta notícia

Mais comum do que você possa imaginar. A língua presa, ou anquiloglossia, ou a presença do frênulo ou freio lingual, como preferir chamar, pode ser identificada antes mesmo do recém nascido sair do hospital através do teste da linguinha, este obrigatório nos hospitais desde 2014, lei protocolo Martinelli.

Estive conversando com a Dra. Lara Miranda sobre os benefícios do diagnóstico precoce e remoção deste impedimento funcional da língua (freio), através da frenectomia lingual a laser, o mais cedo possível, principalmente no recém nascido.

A língua presa prejudica: a sucção eficiente ao seio materno, trazendo má qualidade de amamentação, pode retardar ou atrapalhar a fala, interfere no desenvolvimento ósseo muscular, altera o padrão respiratório, interfere na mastigação e deglutição, principalmente quando da introdução de alimentos sólidos, na qualidade e higiene do sono (ronco e apnéia), na erupção dos dentes decíduos (dentes de leite), além de poder causar: torcicolo congênito (ao nascer), assimetrias cranianas e faciais, refluxo e má digestão dentre outras consequências ruins.

Certamente, o grande benefício desse diagnóstico precoce, ainda no hospital, é evitar toda e qualquer limitação funcional da língua, a partir do procedimento da cirurgia a laser: rápida (40 segundos), sem necessidade de sedação, sem pontos, sem sangramento e rápida cicatrização no pós operatório: a cicatrização já começa acontecer poucas horas depois da cirurgia.

Dra. Lara nos cedeu algumas imagens de pacientes ainda quando bebês:

1. Choro com língua presa | 2. Choro 12h após a frenectomia lingual a laser.

Vamos agora visualizar um antes e depois que eu, particularmente acho incrível:

Uou, fantástico! E você, conhecia esse lado da historia da língua presa? Conhece alguém que já passou pela experiência em ter um bebê com essa necessidade em fazer a frenectomia lingual? Me conta aqui nos comentários.

Você pode compartilhar essa matéria para uma amiga grávida.

Ah! Dois pontos importantes que a dra. Lara destacou:

  1. Dra. Lara faz cirurgia a laser em adultos também.
  2.  A língua presa é hereditária.

Ops, mas isso eu posso aprofundar com ela e trazer pra você em outro momento.

Fonte: Dra. Lara Miranda.
Instagram: @dralara

E se você tem alguma sugestão de tema, deixe nos comentários.

Foi um prazer ter você por aqui. 
Bruna Hott

2 Respostas para “Língua presa em bebês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *