Não consigo chegar lá, e agora?

O ápice do prazer. Algumas mulheres relatam que até choram, já outras sentem espasmos e até a sensação de pernas trêmulas. O orgasmo é único para cada pessoa, mas uma coisa eu garanto: se você não sabe se teve, é que provavelmente você não chegou lá! A dificuldade de chegar ao ponto máximo do prazer tem uma definição, se chama anorgasmia feminina. Palavrinha complicada essa, né? Mas calma que já vou te explicar!

A anorgasmia feminina é uma disfunção sexual caracterizada pela ausência ou dificuldade de se chegar ao orgasmo. A disfunção é entendida em três fases. Na primeira é quando a mulher nunca viveu essa experiência. Já a segunda está relacionada àquelas mulheres que já alcançaram a sensação, mas por alguma razão desconhecida, simplesmente pararam de ter esse prazer. A terceira e última fase é a situacional. Nesta caso, a mulher só atinge a máxima do prazer sexual diante de certas circunstâncias.

Os motivos que podem acometer a falta do orgasmo, muitas vezes, estão relacionados a vivências repressoras e até a falta de conhecimento sobre o próprio corpo. Sim, sabemos que a cultura em que vivemos sempre reprimiu muito todas as questões relacionadas a sexualidade feminina, e esse é mais um dos reflexos dessa situação. Nós mulheres não somos estimuladas a nos masturbar-mos como os meninos. Muito pelo contrário. Mas, para a nossa felicidade, esse problema pode ser contornado.

O primeiro passo é buscar a ajuda de um terapeuta, pois o problema pode prejudicar a autoestima e interferir no relacionamento. O segundo passo é estar aberto ao diálogo com o parceiro, para que juntos possam estimular a descoberta de alternativas que tornarão o sexo muito mais gostoso. Essa parte, inclusive, é a mais prazerosa! Outra dica é: tenha calma. Não fique exigindo muito de você mesma na cama, a preocupação pode desviar sua atenção e atrapalhar o sexo. Tenha em mente que esse momento é de experimentar, portanto, inove nas posições sexuais, se masturbe e, sobretudo, se divirta e curta esse momento!

Além de muito prazeroso, o orgasmo também é muito benéfico para a saúde. Ele alivia tensões, dores, melhora o sono, diminui o estresse, melhora a imunidade e promove a autoestima. Por isso, não desista de chegar lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *