• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Madonna recebe autorização para adotar mais duas crianças do Malawi

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Madonna recebe autorização para adotar mais duas crianças do Malawi

-

E a família de Madonna está prestes a crescer! Isso porque a cantora recebeu permissão para adotar mais duas crianças do Malawi, país africano. Lembrando que ela já é mãe de David, adotado em 2006, e Mercy, adotada em 2009. Segundo informações da BBC, a decisão foi tomada no tribunal nessa terça-feira, dia 7.

O representante Mlenga Mvula informou ainda que a própria Madonna estava no tribunal na hora que a decisão foi revelada. Ele informou detalhes em entrevista:

- Na verdade, quando estávamos dando à ela permissão ela estava dentro do tribunal com advogados.

Duas semanas atrás, quando esteve visitando uma instituição de caridade no Malawi, a cantora havia negado que estava pensando em adotar mais crianças. Porém, no dia 25 de janeiro, ela preencheu documentos expressando interesse na adoção, mas apenas desconversou, informando que estava no país para checar um hospital e como estava Raising Malawi, instituição a qual fundou.

Enquanto Madonna torna-se mãe novamente, a família de Mercy entrou em contato com o pai das duas crianças, gêmeas de quatro anos de idade, escolhidas pela cantora, para avisá-lo de que isso não seria uma boa ideia. De acordo com o Daily Mail, o tio das meninas, Peter Banet disse o seguinte recado:

- Você talvez nunca mais veja suas filhas de novo, nunca terá contato com elas. Será como se suas crianças tivessem morrido. Esta é a dor que eu sinto todos os dias.

Em 2009, ele assinou documentos permitindo que Madonna adotasse Mercy após a morte da mãe dela, Mwandida, de 14 anos de idade, e irmã de Peter. Mas agora a família acredita que foi enganada, já que supostamente haviam prometido a eles que Mercy continuaria em contato e que até mesmo retornaria para casa um dia.

Peter ainda se arrepende da decisão de ter permitido a adoção de Mercy:

- Eu levantei minha mão no tribunal, fiz um juramento e assinei o consentimento da adoção. Eu nunca vou me perdoar por isso e há tristeza e desapontamento em minha família. Eu tenho que levar a culpa. Estou envergonhado.

Por fim, ainda mandou um recado para Adam Mwale, pai das meninas gêmeas:

- Se você concordar com a adoção você precisará de toda a sua força. Você precisará encarar o futuro como se suas filhas estivessem mortas.