• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após três meses de casado, Dudu Azevedo já quer filhos!

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Após três meses de casado, Dudu Azevedo já quer filhos!

Atualmente em Os Dez Mandamentos como vilão Zur, na Record, o ator contou em entrevista ao jornal Extra o que o levou a sair da emissora e falou sobre como é a nova vida de casado

Dudu disse estar imensamente feliz e que já quer ter filhos Foto: Reprodução/Instagram

Após 13 anos de Globo, Dudu Azevedo está só vivendo experiências novas neste ano. Atualmente em Os Dez Mandamentos como vilão Zur, na Record, o ator contou em entrevista ao jornal Extra o que o levou a sair da emissora e falou sobre como é a nova vida de casado:

- Fiquei 13 anos ininterruptos trabalhando na Globo, que é uma empresa de excelência e reconhecimento internacional. A mudança de emissora me parece natural quando o principal viés é continuar a ter o trabalho reconhecido e respeitado dentro de uma maior diversidade de linguagens e possibilidades. O importante é estar em atividade e realizando o meu ofício.

E a possibilidade de viver um vilão nas telinhas parece estar sendo incrível para o ator, que falou sobre o jeito sedutor de seu personagem:

- Os vilões são mais controversos e apoiados em razões questionáveis, de ausência de caráter e princípios. Características como a loucura, a obsessão e a fúria são muito pertinentes a eles. Por isso, diria que são mais instigantes quando falamos da composição e construção de personagens como esses. No caso do Zur, ele é dissimulado, sedutor e passa por cima de qualquer coisa para ter o que quer.

E além de novidades em sua carreira, o ator também está passando por novas experiências em sua vida pessoal. Após três meses de casado, Dudu disse estar imensamente feliz e que já quer ter filhos, mas sabe que para realizar seus sonhos profissionais e pessoais é preciso encarar uma etapa de cada vez:

- Reconheço e valorizo bastante as coisas que conquistei. Ainda faltam muitas outras, mas já me sinto grato pelo que tenho. A vida é um constante movimento em busca da felicidade e da realização, mas não sou o tipo de pessoa que busca mais do que o necessário para ser feliz.