• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'As atribuições do Iphan estarão preservadas', diz Marcelo Calero

  • COMPARTILHE
Entretenimento

'As atribuições do Iphan estarão preservadas', diz Marcelo Calero

São Paulo - Na tarde desta sexta-feira, 12, o novo ministro da Cultura Marcelo Calero se reuniu com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) Paulo Skaf, com produtores culturais e representantes da classe artística para discutir projetos culturais e parcerias na cidade. Entre os presentes estava o maestro João Carlos Martins e o presidente da escola de samba Vai-Vai Edimar Tobias.

Após a reunião, o ministro comentou com a imprensa que a intenção do encontro foi debater com representantes do segmento os principais mecanismos da cultura, como a Lei Rouanet. "Está claro que essa ferramenta precisa de atualizações e queremos que isso seja uma tarefa de todos, não apenas do ministério." Calero acrescentou que não se deve demonizar o sistema. "A Rouanet é a responsável pelo financiamento cultural no Brasil e é grave o que a gestão anterior fez. É preciso garantir a manutenção de projetos artísticos, espaços culturais e museus. Não podemos tratar a Rouanet como a Geni da vez."

Calero defendeu que a criação da Secretaria Especial de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sephan), feita por medida provisória no governo interino de Michel Temer, não vai substituir o trabalho do já consolidado Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). "A secretaria está prevista mas ainda não será implementada. Da mesma maneira, as atribuições do Iphan estarão preservadas." O ministro afirmou que na próxima semana vai se reunir com os servidores do Iphan. "Nada vai acontecer sem um amplo debate."