• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bruna Linzmeyer abre o jogo sobre sua sexualidade e revela que já foi vítima de ataques homofóbicos: - Sou uma pessoa que perdoa com muita tranquilidade

Entretenimento

Bruna Linzmeyer abre o jogo sobre sua sexualidade e revela que já foi vítima de ataques homofóbicos: - Sou uma pessoa que perdoa com muita tranquilidade

-

Dando vida à personagem Cibele, em A Força do Querer, Bruna Linzmeyer deu uma entrevista daquelas ao jornal Extra, publicada neste domingo, dia 11. A atriz, dona de um dos olhos azuis mais cobiçados da telinha, abriu o jogo sobre sua sexualidade e revelou que já viveu romances abertos e provou que o seu lema é a liberdade:

- Os meus [relacionamentos] funcionaram muito bem, tanto os abertos quanto os fechados. Acredito em relacionamentos monogâmicos e poligâmicos, conheço gente de todo tipo. Você só tem que entender o que quer naquele momento com aquela pessoa. Mas, mesmo numa relação monogâmica, o fato de você estar casada ou namorar alguém não quer dizer que essa pessoa te pertence, nem você a ela. É sempre bom preservar o respeito pelo outro.

Atualmente vivendo um romance com Priscila, a atriz não teve medo de revelar sua bissexualidade publicamente. Sobre isso, Bruna não economizou lacre em sua declaração:

- Gosto de homens, de mulheres, de pessoas. Eu me apaixono e me interesso pelo ser humano, não importa que gênero ele tenha. Não há o que esconder. E, se alguém não quiser trabalhar comigo por preconceito, eu vou achar até bom. Quero conviver com pessoas que acreditem num mundo melhor, e o mundo melhor em que eu acredito é esse em que gente não tenha preconceito de namorar alguém do mesmo gênero.

A atriz contou, no entanto, que nem sempre as pessoas aceitam sua opinião e diversas vezes já foi alvo de comentários homofóbicos, o que faz Bruna voltar atrás:

- A gente deve se encorajar a falar sobre o assunto, sim. Isso ajuda muito, diz, convicta.

Mas, diferentemente de sua personagem na trama das nove - que armou a maior vingança contra Ruy, interpretado por Fiuk, na vida real Bruna é bem tranquila:

- Sou uma pessoa que perdoa com muita tranquilidade.

Durante a entrevista, ela ainda contou como conseguiu o seu primeiro trabalho nas telinhas, em Afinal, o que querem as mulheres?

- Eu não tinha vontade de ser atriz. Um dia, acabou o dinheiro. [...] Então, fui na agência de modelos em que eu estava inscrita e falei que queria fazer um teste para a Globo. Achava que isso ia me trazer dinheiro para eu não ter que voltar para casa. E, de um jeito muito louco, uma semana depois, eu fiz um teste e passei.