• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Artistas do Brasil e do mundo se despedem do mestre Jerry Lewis

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Artistas do Brasil e do mundo se despedem do mestre Jerry Lewis

São Paulo - Morto aos 91 anos neste domingo, dia 20, em Las Vegas, o americano Jerry Lewis deixou quase 50 filmes realizados ao longo da carreira de cinco décadas - entre eles, obras brilhantes como "O Professor Aloprado", de 1963.

Ator, comediante e diretor, Lewis provocava o riso. Era um provocador, no melhor sentido da palavra. E sua marca no humor, desde o início de carreira, no período do pós-guerra, na década de 1950, é sentida até hoje. Com a notícia da sua morte, artistas impactados por Lewis em suas vidas e carreiras prestaram suas homenagens nas redes sociais.

"Aquele bobo não era um idiota. Jerry Lewis foi um gênio inegável e uma bênção incomensurável, a comédia em absoluto", escreveu Jim Carrey no Twitter. Idiota era um termo pelo qual Jerry Lewis era conhecido no início da sua carreira.

"Jerry Lewis, o céu está cada vez mais incrível", escreveu, também no Twitter, Leandro Hassum - que teve a oportunidade de contracenar com o veterano comediante. Bruno Mazzeo foi outro brasileiro que se manifestou: "Jerry Lewis se vai e com ele um pedaço da minha infância".

"Oh, não! Jerry Lewis acabou de morrer. Outra lenda da comédia nos deixou. (Dean) Martin e Lewis eram os Beatles da comédia. Ninguém foi tão grande!" escreveu o ator e comediante americano Rob Schneider.