• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atrizes encenam peça na rua nesse sábado (08) em Guarapari

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Atrizes encenam peça na rua nesse sábado (08) em Guarapari

Durante o mês de setembro, o espetáculo do grupo Confraria de Teatro vai circular por mais três cidades capixabas.

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade
Aidê Malanquini, Luciene Camargo, Ludmila Porto e Thiara Pagani estão no elenco da peça com direção de Francis Wilker e texto de João Dias Turchi. | Fotos: Luara Monteiro

A peça "Todas as ruas têm nome de homem" chega a Guarapari depois de passar por Castelo, no Sul do Estado. Por aqui, o espetáculo será apresentado nesse sábado (08), às 17h, na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, próximo à Câmara Municipal. O projeto foi contemplado no edital 019/2017 – seleção de projetos culturais e concessão de prêmio para circulação de espetáculos de teatro produzidos no estado do Espírito Santo.

Esse é o segundo trabalho do grupo capixaba Confraria de Teatro que estreou na capital em 2016 e, neste ano, iniciou uma pequena turnê. Depois de Castelo e Guarapari, as próximas cidades serão Santa Teresa, Anchieta e Aracruz. As apresentações são gratuitas e os ingressos devem ser retirados uma hora antes do início do espetáculo. O grupo também oferece uma oficina sobre o processo de montagem da peça, também gratuita, sempre no dia seguinte após a apresentação.

Todas as ruas têm nome de homem

Refletir sobre a condição da mulher na cidade se tornou ponto de partida para pesquisa das atrizes, após o lançamento do Mapa da Violência, em 2014, que apontava o Espírito Santo como um dos mais perigosos para mulher, com uma taxa altíssima de feminicídios. Foi a partir desse confronto com dados da vida real que o espetáculo se engajou na discussão cada vez mais crescente sobre ser mulher na sociedade, machismo e violência.

A peça “Todas as ruas têm nome de homem”, do grupo capixaba Confraria de Teatro, será apresentada hoje às 17h, em Guarapari.

Sinopse:

Quatro mulheres, em 1930 e 2018 caminham pela cidade para reconstruir o desaparecimento de uma delas. Algumas coisas permanecem, mas sempre há rua para ser ocupada.

Ficha Técnica:

Criação: Confraria de Teatro

Elenco: Aidê Malanquini, Luciene Camargo, Ludmila Porto e Thiara Pagani

Direção: Francis Wilker

Texto: João Dias Turchi

Assistentes de cena: Luana Eva e Stephany Santos

Fotografia: Luara Monteiro

Produção e Assessoria de Comunicação: Luana Eva

Serviço:

Apresentação: Todas as ruas têm nome de homem

Dia: 08/09 - sábado

Local: Avenida Getúlio Vargas – Centro, próximo à Câmara Municipal

Horário: 17h

Ingressos: Os ingressos são gratuitos, distribuídos 1 h antes do espetáculo. Vagas limitadas.

Oficina: Espaço não convencional e afetividade com o espaço

Dia: 09/09 - domingo

Local: Câmara Municipal de Guarapari (Avenida Getúlio Vargas, 299 – Centro)

Horário: 9h

Capacidade: 40 pessoas

Inscrições pelo link ou no local

Informações: (27) 99762-1691

Já em Anchieta, a apresentação está marcada para o dia 22 de setembro, às 17h, na Rua Costa Pereira, próximo ao Ministério Público, e a oficina acontece no dia seguinte (23), no Centro Cultural a partir das 9h. Inscrições pelo link ou no local.

* Com informações da Assessoria de Imprensa Confraria de Teatro – Luana Eva