• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Kim Kardashian teria tido medo de ser abusada sexualmente durante assalto em Paris

Entretenimento

Kim Kardashian teria tido medo de ser abusada sexualmente durante assalto em Paris

Segundo revista, Kim não consegue acreditar em tudo que aconteceu e Kris Jenner estaria mantendo os amigos atualizados sobre como a filha está passando as últimas horas

Uma fonte disse que o maior medo de Kim era ser abusada sexualmente  Foto: R7

Após o susto que Kim Kardashian passou em Paris, uma fonte próxima à socialite contou em entrevista à revista People que a morena estava histérica quando falou pela primeira vez com Kanye West.

"Kim estava apavorada. Ela estava histérica quando falou com ele. Ele disse que ela estava muito chateada e que levou alguns segundos para que ele conseguisse entender o que ela estava dizendo. Ele queria ficar ao lado dela o mais rápido possível. Ele disse à ela que ele não poderia se importar menos com as joias, já que ele está muito grato por ela estar bem."

Agora, ao que tudo indica, Kim está se sentindo melhor e passando um tempo ao lado dos filhos, que teriam ficado em Nova York durante a estadia da mãe em Paris por ser um ambiente melhor para eles. Outra fonte próxima à família de Kim Kardashian confirmou à People os rumores de que o maior medo de Kim Kardashian no momento em que estava sendo assaltada era o de ser abusada sexualmente.

"Kim foi amarrada e amordaçada com fita adesiva enrolada na cabeça. Eles colocaram laços de plástico em torno de seus pulsos, mas ela conseguiu se contorcer e se soltar. Ela estava histérica, mas não gritando, pois ela sabia que tinha que manter a calma para sobreviver. Os relatos de que ela teve medo de ser abusada são reais. Ela realmente achava que ela ia ser abusada sexualmente. Ela teve uma arma apontada para sua cabeça o tempo todo."

Ainda de acordo com a revista, Kim não consegue acreditar em tudo que aconteceu e Kris Jenner estaria mantendo os amigos atualizados sobre como a filha está passando as últimas horas. Todos da família ainda estariam se sentindo terríveis por tudo o que aconteceu à ela, sem acreditar. Para Kim, o mais difícil agora será voltar a se sentir segura novamente, contou outra fonte à publicação.