• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Exaltando a natureza, Jucutuquara participa do 'Folia Vitória' nesta terça-feira

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Exaltando a natureza, Jucutuquara participa do 'Folia Vitória' nesta terça-feira

A escola irá apresentar na avenida um grito de alerta contra o desmatamento e a favor da consciência ambiental. Primeiro casal e o intérprete Kleber Simpatia são alguns dos destaques

A Unidos de Jucutuquara, vice-campeã nos últimos dois carnavais, irá reeditar em 2017 o enredo “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, um verdadeiro clássico da agremiação. O enredo faz um grito de alerta contra o desmatamento e a favor da consciência ambiental. 

“Canta, canta!
Não matar, não desmatar…
“a gente só colhe o que planta”
Vamos parar pra pensar…”

Segundo o diretor de Carnaval João Filipe, a Jucutuquara sempre vai para o Sambão do Povo com um só objetivo: brigar pelo título de campeã. Além disso, ressalta que a escola irá utilizar materiais sustentáveis, tanto como forma de justificar o enredo, como alternativa para a grave crise econômica que afeta as escolas de samba.

E para se chegar ao título, o grande destaque da escola é a força dos seus quesitos, todos eles com um histórico de notas 10: comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira, samba, o carro de som comandado pelo intérprete Kléber Simpatia e a criatividade do carnavalesco Osvaldo Garcia. E uma grande novidade para esse carnaval, a estreia do Mestre Serginho no comando da bateria da agremiação, que novamente terá Lorena Bragatto como rainha. 

“Jucutuquara seu canto ecoou
Tá na rima, tá na cara
Nosso povo despertou…
Jucutuquara seu canto ecoou
Tá na rima, tá na cara
Você é meu grande amor!”

As fantasias da Unidos de Jucutuquara estão sendo comercializadas no valor de R$ 200. 

Confira algumas opções:

Telefone para contato 99695-8340  Foto: Divulgação

Confira a ficha técnica da Unidos de Jucutuquara:

Presidente: Guilherme Monteiro
Diretor de Carnaval: João Filipe
Diretor de Harmoia: Andrea Monteiro e André Monteiro
Enredo: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”
Samba de enredo: Francisco Velasco (reedição do Carnaval 1991)
Carnavalesco: Osvaldo Garcia
Intérprete: Kléber Simpatia
Mestre de Bateria: Mestre Serginho    
Rainha: Lorena Bragatto
Coreografo da comissão de frente: Jorge Mayko Winchester 
Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Gessya Santana e Juliander Agrizzi
segunda casal: Max Silva e Thais Oliveira  
Quantidade de Carros Alegóricos: 3
Tripés: 4
Quantidade de alas: 21
Número de componentes: 1.800