Conheça a trajetória de Oswaldo Nogueira , cantor e compositor vencedor do “Toca que eu Te Escuto’.

Edu Coutinho Colunista de Entretenimento

Com um timbre de voz diferenciado e hits certeiros, o cantor e compositor Oswaldo Nogueira disputou o festival “ Toca que eu Te Escuto” e trouxe para casa o prêmio. Confira sua história.

Oswaldo nasceu em Porto Alegre, mas veio morar no Espírito Santo com apenas 5 anos. Hoje, aos 45 anos ele lembra que colocou o pé na estrada há tempos, desde sua participação na banda Elos. Com o fim do grupo, ele continuou sua careira solo, sempre com um som atual. O currículo do cara tem até regravação com grandes nomes da MPB. Além disso, o cantor e compositor mantém uma linha eclética, com várias vertentes musicais, porém, em suas veias corre o rock, que o consagrou no festival.

 

Oswaldo Nogueira disputou o festival “ Toca que Te Escuto” e trouxe para casa o prêmio. Foto: Divulgação.

 

O “Toca que Te eu Escuto” é um concurso de bandas independentes, que foi Criado em 2018, pela ex-BBB e produtora Cris Mota e pelo multi-instrumentista Fred Chico. O festival nasceu para movimentar e valorizar a cena musical independente. Em consequência da pandemia foi promovida a versão online do festival, para dar apoio aos artistas neste período difícil.

Aperta o play e solta o som 

 

 

O concurso contou com 5 meses de duração e com um júri pra lá de exigente: Sérgio Brito (Titãs) , George Israel (  kid abelha), Fernando Magalhães ( Barão Vermelho), entre outros grandes nomes.

A disputa foi acirrada e contou com 32 músicos, com ritmos diferenciados em 6 duelos pra lá de emocionantes. Cada batalha contou com  voto popular, movimentando as torcidas e famosos.

“ Eu mergulhei mesmo no festival e diversas vezes fiquei olhando a votação, muitas vezes por madrugadas a fio, pedindo votos e sem perder o foco. Foi bem trabalhoso, porém fico feliz pelo resultado final. É gratificante!”.

 

Oswaldo é só gratidão com o resultado. Foto: Divulgacão

Aliás, Oswaldo relata que a família e amigos  foram um alicerce para sua vitória. “Eles me ajudaram muito e trouxeram calma. Afinal,  diante da pandemia e o isolamento, acredito que ajudou muito toda força que ganhei”, disse.

“Estrada”, “ Santa quarta”,  “ Ida” e “ Deixa ser” fizeram do repertório do cantor e compositor Oswaldo mais rico e agradável. Apostas nos gêneros musicais como blues e country dark foram essenciais para o sucesso e a conquista do festival. Mas, sem sombra de dúvidas, a vitória foi selada pelo rock.  Dando uma sonoridade diferente e com o gênero que é sua paixão. “O Rock and Roll voltou”.

 

Apesar da premiação, o cantor e compositor afirma que o importante do festival foi a conexão criada durante o festival. Ele também revela que está produzindo e analisando algumas possíveis parcerias.

 

Oswaldo Nogueira e família Giselle , Daniel e Nicolas Dazzi Martins. Foto: Reprodução Instagram

 

Só que, no momento, está descansando em família, mas já  quer por o pé na estrada: “Recebi convites de alguns lugares do país e até de fora: EUA, Inglaterra e Portugal. Quero e devo fazer essa tour. Espero a vacina e a solução deste grande problema que estamos passando porém acredito que em breve vamos estar juntos para celebrar.”

 

Cris Mota avisa que as inscrições do festival já estão abertas. Basta conferir no Instagram e seguir o passo a passo para o sucesso. Confiram!

 

Instagram: @tocaqueuteescuto

Site :  www.tocaqueeuteescuto.com

Tags:, ,
Jamille Dazzi disse:

Quero voce pra cantar em meu casamento ano quem vem!
5 de novembro. Guarde a data!

Oswaldo Nogueira disse:

Mille!!!

Fechado hein!!
Muito rock & blues no casório 😎🙌❤
🔥🔥🔥🔥

Cris Mota disse:

Linda matéria!!!! Parabéns Oswaldo!!

Oswaldo Nogueira disse:

Sensacional Cris!

Eu que agradeço à família “TOCAA”, por essa participação tão especial!

Tmj!!!
😎🎸🎙🏆❤

Deixe sua resenha!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *