Representatividade: espetáculo musical composto 100% por mulheres é atração no ES

Edu Coutinho Colunista de Entretenimento

Pela primeira vez, uma formação totalmente exclusiva de mulheres musicistas – desde a direção a regência – vai tocar na área de eventos aberta do Centro Cultural Sesc Glória, no centro de Vitória

Uma apresentação marcada por feitos inéditos e representatividade de gênero. É o que o concerto intitulado “Música que Toca” irá proporcionar aos capixabas em edição virtual que será exibida no último dia deste mês (30). Sob a regência e direção musical da maestra Alice Nascimento, a Orquestra de Mulheres do Espírito Santo (ES) vai estrear a área de eventos aberta para apresentações musicais do Centro Cultural Sesc Glória, um dos principais pontos de arte e cultura da capital.

 

O terraço do prédio histórico situado no coração do Centro, com vista privilegiada para a praça Costa Pereira de um lado, e do outro a baía de Vitória, será palco de um repertório nunca antes ouvido no estado. Ao lado do Coral Unimed Vitória, a Orquestra de Mulheres do Espírito Santo fará uma apresentação a céu aberto que será gravada hoje, e vai ao ar nas redes sociais (Instagram e Youtube) do Instituto Todos os Cantos (ITC) – e da Unimed Vitória no dia 30, às 20h.

 

“Música que Toca” irá proporcionar aos capixabas em edição virtual que será exibida no último dia deste mês (30). Sob a regência e direção musical da maestra Alice Nascimento. Foto: Divulgação

 


As musicistas Adriana Vinand, Claudine Abreu e Flavia Bones, além da maestra Alice Nascimento – que juntas assinam a direção artística do concerto, prepararam uma apresentação com duas peças da alemã Emilie Mayer. Será a primeira vez que a obra da compositora prolífica do alto romantismo será apresentada em terras capixabas. Alice conta que a proposta do trabalho é destacar compositoras pouco conhecidas do público brasileiro.

 

“O concerto começa com música sinfônica, mas o repertório inclui também Bizet, o italiano Francesco Cilea e obra do compositor brasileiro Villa-Lobos”, afirma. Com interpretação das sopranos Natércia Lopes e Meire Norma, e arranjos do trompetista Bruno Santos. Serão cantadas ainda canções de compositores da MPB como Tom Jobim e Pixinguinha, encerrando com um pouco de folclore brasileiro.

 

A Orquestra de Mulheres do Espírito Santo (ES) vai estrear a área de eventos aberta para apresentações musicais do Centro Cultural Sesc Glória, um dos principais pontos de arte e cultura da capital. Foto: Divulgação

 

O concerto “Música que Toca”, marca a abertura da 13ª edição do Circuito Cultural Unimed, e é uma realização do Instituto Todos os Cantos, que completa 10 anos este ano, com patrocínios da Lei de incentivo à cultura da Secretaria Especial da Cultura, da Unimed Vitória, do Instituto Unimed Vitória, apoio das Secretarias Estaduais de Turismo e Cultura, parceria do Centro Cultural Sesc Glória e apoio da Comprocard.

 

Formação totalmente exclusiva de mulheres musicistas – desde a direção a regência. Foto: Divulgação

 

Saiba mais

Composta por 30 mulheres, a Orquestra feminina do estado surgiu em 2019 a partir de um projeto que culminou numa ópera liderada e executada por mulheres. Ao encontrar dificuldades para fazer isso, as musicistas decidiram montar o próprio grupo. “Nosso objetivo é valorizar as mulheres e incluí-las, por isso sempre fazemos questão de trazer compositoras para as apresentações e escolhemos também aquelas que não são muito conhecidas, como a alemã Mayer”, afirma a musicista Spalla da Orquestra Adriana Vinand.

Com as restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a maestra Alice Nascimento, teve que se adaptar ao desafio de reger o grupo à distância. Ela conta que os ensaios passaram a ser feitos de forma remota, devido ao isolamento social. “Cada músico recebeu a sua partitura em casa para a gravação dos vídeos e, apesar de ser difícil de imaginar um ensaio com as instrumentistas distantes, deu super certo. Estamos ensaiando desde março do ano passado”, ressalta.

Já o Coral Unimed Vitória – Cante De Casa, nasceu em setembro de 2020, reunindo cooperados, colaboradores e sociedade, e fará a sua primeira apresentação. “Finalmente chegamos ao momento da estreia, e estaremos em companhia da Orquestra de Mulheres do Espírito Santo. Será um momento especial também pela comemoração no aniversário do Hospital Unimed”, conta a coordenadora socioambiental do Instituto Unimed Vitória, Milene Mello.

 

Serviço:

Concerto “Música que Toca”

Data: 30 de junho
Horário: às 20h
Exibição: Instagram e Youtube do Instituto Todos os Cantos e Unimed Vitória


Instituto Todos os Cantos

Instagram: @institutotodososcantos
Youtube: https://www.youtube.com/c/InstitutoTodososCantos

 

 

Tags:, ,
Lucia Helena Ferreira disse:

Que maravilha não vou perder

Marilia Furtado Demian disse:

Não perderei por nada!

Deixe uma resposta para Lucia Helena Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *