Divisão dos meios pesados do UFC nunca esteve tão magra.

Divisão dos meios pesados do UFC nunca esteve tão magra.

UFC não renovou com 3 lutadores top #10 da divisão dos meios pesados e o que já era uma divisão sem muitos lutadores, agora fica mais fraca ainda.

O primeiro que não foi renovado para surpresa de todos , foi o lutador canadense com ascendência russa, Misha Cirkunov . O lutador
de 29 anos tinha 4 lutas e 4 vitórias no evento.

Depois foi a vez de do ucraniano Nikita Krylov, com apenas 24 anos e 9 lutas pelo UFC, o lutador ganhou 5 de suas últimas 6 lutas.

E por último ao que tudo indica, o americano e atual top #4 da divisão , Ryan Bader. Bader  recebeu uma oferta do Bellator e já está com um pé fora do UFC. Vale lembrar que Bader já venceu grandes nomes como o ex-campeão Rashad Evans, Phil Davis, Rogério Minotoro e conta 8 vitória em suas últimas 9 lutas.

Pra mostrar o tanto que a divisão está fraca, basta olhar para o cartel atual de alguns top #15 da divisão. Ovince St Preux que perdeu 4 de suas últimas 5 lutas é o atual número #8 da divisão.  Patrick Cummins que  nunca ganhou de nenhum nome expressivo  e acumula  3 derrotas em suas últimas 4 lutas, é o atual #13 da divisão. Rogério Minotoro que fez somente 8 lutas em 8 anos na divisão e perdeu 5 dessas é o atual #11 da divisão.

Caso o UFC abra mão de Bader, é um sinal claro do desinteresse da organização no crescimento dessa  divisão.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *