• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argélia e Senegal largam na frente no 'grupo da morte' da Copa Africana

Esportes

Argélia e Senegal largam na frente no 'grupo da morte' da Copa Africana

Mongomo - Considerada a chave mais difícil desta Copa Africana de Nações, o Grupo C teve sua primeira rodada disputada nesta segunda-feira, na cidade de Mongomo, na Guiné Equatorial. Senegal e Argélia largaram na frente, com vitórias, respectivamente, sobre Gana e África do Sul, e por isso lideram a chave.

O Senegal contou com um gol nos acréscimos para derrotar Gana por 2 a 1, de virada. A Argélia também saiu atrás, mas se recuperou no segundo tempo e triunfou por 3 a 1. A segunda rodada da chave acontecerá na sexta-feira, quando os ganeses duelam com os argelinos e os sul-africanos pegam os senegaleses.

A primeira partida desta segunda talvez tenha sido a mais emocionante da Copa Africana até o momento. Mesmo sem contar com um de seus principais jogadores, o atacante Asamoah Gyan, que está com malária, Gana foi para cima e abriu o placar aos 14 minutos do primeiro tempo, em pênalti bem batido por Andre Ayew.

No segundo tempo, no entanto, Senegal voltou com uma postura diferente e conseguiu o empate aos 13 minutos. Diouf recebeu cruzamento da esquerda e tocou de cabeça na trave, mas aproveitou a sobra para mandar para a rede. Quando o empate parecia certo, Moussa Sow foi acionado após linda triangulação no campo de ataque e bateu cruzado para garantir a virada senegalesa.

A segunda partida do dia teve uma história bem parecida. Depois de um primeiro tempo morno, quem saiu na frente foi a África do Sul. Aos seis minutos da etapa final, o ataque sul-africano fez o que bem entendesse na área adversária, até que Phala recebesse e finalizasse para a rede.

Mas a reação argelina começou aos 23, quando Hlatshwayo tentou afastar cruzamento e tocou contra o próprio gol. Ghoulam virou o placar em chute forte, da esquerda, aos 27. Com a África do Sul indo toda para frente, o terceiro gol saiu em um contra-ataque, que Slimani finalizou, aos 38, com grande ajuda do goleiro.