• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após Ramires e Gervinho, colombiano Guarin também troca Europa pela China

  • COMPARTILHE
Esportes

Após Ramires e Gervinho, colombiano Guarin também troca Europa pela China

Xangai - Os clubes chineses avançaram sobre o futebol brasileiro, conseguiram levar a base do Corinthians campeão brasileiro, e agora decidiram partir famintos ao mercado europeu. Nesta quarta-feira, o Shanghai Shenhua anunciou a contratação do colombiano Guarin, um dos principais jogadores da Inter de Milão.

A transação é a terceira de impacto envolvendo o futebol chinês em menos de 48 anos. Antes, o Heibei China Fortune havia anunciado a contratação do marfinense Gervinho (ex-Roma) e o JJiangsu Suning oficializou o volante brasileiro Ramires (ex-Chelsea). Na janela passada de transferências, o próprio Shanghai Shenhua tirou o senegalês Demba Ba do Besiktas, da Turquia.

O Shenhua, aliás, é um exemplo de que o poço tem um fundo, por mais profundo que pareça. Cada clube chinês pode ter apenas quatro estrangeiros por partida e o elenco já tem o volante malês Sissoko (ex-PSG e Juventus), o australiano Tim Cahill (ex-Everton), Demba Ba, o zagueiro Papadopoulos, da seleção grega, e o volante colombiano Giovanni Moreno.

Guarín está com 29 anos e chegou à Inter de Milão em 2012, vindo do Porto, inicialmente por empréstimo. Depois, foi comprado por 11 milhões de euros. Titular por três temporadas, ele agora se reveza entre o time inicial e o banco de reservas. No Campeonato Italiano desta temporada, fez 16 partidas, sendo 11 desde o início.

Na atual janela de transferências, o mercado chinês já tirou do Brasil o zagueiro Gil, o volante Ralf, os meias Renato Augusto e Jadson (todos ex-Corinthians) e os atacante Luis Fabiano (ex-São Paulo) e Geuvânio (ex-Santos). Já o atacante Elkeson trocou o Guangzhou pelo Shanghai SIPG por especulados 18 milhões de euros. Paulinho, Jucilei e Aloísio, além de Conca, Montillo, Marcelo Moreno e Barcos são outros jogadores conhecidos no Brasil que estão na China.