• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ídolo do Knicks, Anthony Mason morre aos 48 anos após ataque cardíaco

Esportes

Ídolo do Knicks, Anthony Mason morre aos 48 anos após ataque cardíaco

Nova York - A NBA e os adoradores do basquete perderam mais um grande nome neste sábado. Depois de Roy Tarpley, Jerome Kersey e, na última sexta-feira, Earl Lloyd, o ano de 2015 levou também Anthony Mason, que morreu neste sábado pela manhã, aos 48 anos. O ídolo do New York Knicks vinha batalhando contra problemas no coração há duas, quando sofreu um ataque cardíaco.

Anthony Mason enfartou no dia 13 de fevereiro, em decorrência de uma insuficiência cardíaca congestiva que o acometia. No início desta semana, no entanto, seu filho Antoine Mason relatou que ele havia demonstrado evolução e, inclusive, mostrado estar lúcido, respondendo a perguntas mexendo a cabeça e piscando. Neste sábado pela manhã, no entanto, o ex-jogador não resistiu.

Outro filho do ex-atleta, Anthony Mason Jr., confirmou a morte em comunicado. "Durante a madrugada, a cidade de Nova York e o mundo perderam uma lenda, um amigo, um irmão, mas, mais do que tudo, nosso pai: Anthony Mason."

Mason atuou por 13 temporadas na NBA. Escolhido no Draft de 1988 na modesta 53.ª posição pelo Portland Trail Blazers, ele só estreou em 1990, já trocado para o New Jersey Nets. Ainda passou pelo Denver Nuggets na temporada seguinte, mas ainda sem brilho.

Somente quando voltou para o lugar que considerava sua casa, já que foi criado no distrito de Queens, Mason finalmente estourou. Com a camisa do New York Knicks conquistou uma das mais exigentes torcidas da NBA com sua raça demonstrada em quadra e seu estilo briguento, e chegou a ser eleito o melhor reserva da temporada 1994/1995. Foram cinco temporadas por lá, até ser trocado por outro grande nome, Larry Johnson, com o Charlotte Hornets.

No Hornets, Mason talvez tenha vivido seu melhor momento técnico, com médias de 13,4 pontos e 10 rebotes por jogo em três temporadas. Após uma grave lesão no bíceps, no entanto, foi trocado novamente, desta vez para o Milwaukee Bucks, onde atuou em suas últimas duas temporadas da NBA antes de se aposentar em 2002/2003.