• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após vender promessa da base, Modesto diz que Santos não negocia mais ninguém

Esportes

Após vender promessa da base, Modesto diz que Santos não negocia mais ninguém

Santos - Com dificuldades para contratar reforços, o Santos resolveu segurar seus principais jogadores para a disputa do Campeonato Paulista e o presidente do clube, Modesto Roma Júnior, assegura que qualquer atleta só deixará a equipe caso o interessado pague o valor da multa rescisória. Entretanto, a diretoria acertou a venda do meia Caio, destaque do time sub-20 para o Atlético de Madrid.

Caio disputou a última edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior e tinha contrato até o dia 31 de julho. Para liberá-lo antes do término do contrato, o Santos recebeu uma compensação financeira e ficará com 5% de uma futura negociação. Do time principal, Modesto garante que ficará todo mundo.

"Não temos intenção alguma de vender nenhum atleta. Nós temos um valor de multa e, se quiserem pagar, podem levar. De outra forma, não tem muito sentido", assegurou o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O dirigente aproveitou para desmentir as informações de que estaria com problemas de saúde depois de ter sido internado no Hospital do Coração na semana passada. "Na verdade vim fazer uma série de exames e ressincronizar o meu marca-passo, que é o que tem que ser feito de vez em quando. Uma situação rotineira e que estamos enfrentando", explicou o presidente santista, que deve deixar o hospital nesta terça-feira.

Um dos maiores problemas do Santos está na defesa, onde o técnico Dorival Júnior conta apenas com dois jogadores no setor, casos de Gustavo Henrique e Lucas Veríssimo. David Braz e Paulo Ricardo estão machucados.