• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Doze cidades se candidatam por quatro vagas na Major League Soccer

  • COMPARTILHE
Esportes

Doze cidades se candidatam por quatro vagas na Major League Soccer

Nova York - O momento do futebol nos Estados Unidos é tão bom que, após anunciar sua ampliação para ter 28 times, a Major League Soccer (MLS) recebeu candidatura de 12 cidades. Entre os interessados nas quatro vagas disponíveis na liga estão os donos do Cleveland Cavaliers, Dan Gilbert, e do Detroit Pistons, Tom Gores. A proposta deles é criar um time em Detroit.

Em dezembro, a MLS anunciou que ampliaria o número de franquias dos atuais 20 para 28 e que passará a cobrar uma quantia recorde das franquias que quiserem entrar na competição: US$ 150 milhões. Os valores, porém, não assustaram investidores.

Apresentaram candidatura as seguintes cidades: Charlotte (na Carolina do Norte), Cincinnati (Ohio), Detroit (Michigan), Indianápolis (Indiana), Nashville (Tennessee), Phoenix (Arizona), Raleigh (Carolina do Norte), Sacramento (Califórnia), St. Louis (Missouri), San Antonio (Texas), San Diego (Califórnia) e Tampa/St. Petersburg (Flórida).

Parte desses times já jogam a United Soccer League (USL) ou a North American Soccer League (NASL), ligas secundários. Esse é o caso do FC Cincinnati, do Phoenix Rising FC, do North Carolina FC e do St. Louis FC, equipes que agora querem chegar à elite do futebol dos Estados Unidos.

Com as propostas em mãos, o comitê de expansão da MLS e Don Garber, Comissário da Liga, revisarão as solicitações e realizarão reuniões pessoais com os possíveis proprietários e oficiais das cidades. Os encontros devem acontecer no primeiro semestre de 2017, para que até o fim do ano os projetos escolhidos sejam apontados.

Na próxima temporada, a MLS passará a ter 22 times com as entradas do Minnesota United e do Atlanta United, comandado pelo técnico argentino Gerardo Martino. Em 2018, o Los Angeles Football Club se tornará a 23.ª equipe, enquanto uma franquia em Miami, que deverá ter David Beckham com dono, será a 24.ª.