• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Madri e Baku disputam direito de sediar final da Liga dos Campeões em 2019

  • COMPARTILHE
Esportes

Madri e Baku disputam direito de sediar final da Liga dos Campeões em 2019

Nyon - A Uefa anunciou nesta sexta-feira que as cidades de Baku, no Azerbaijão, e Madri, na Espanha, são as concorrentes a sediar a final da Liga dos Campeões da Europa de 2019. O estádio escolhido será escolhido pelo comitê executivo da entidade, sendo anunciado em setembro.

O Estádio Olímpico na capital do Azerbaijão pleiteia receber a decisão do mais prestigioso torneio de clubes do mundo um ano antes de ser uma das sedes da Eurocopa de 2020. Já o outro candidato é o Estádio Metropolitano do Atlético de Madrid, previsto para ser reinaugurado no segundo semestre de 2017. Ambos possuem capacidade para 70 mil espectadores.

A Uefa retomou o processo de disputa aberta pela definição das sedes da decisão da Liga dos Campeões, após anos de escolha sem esse tipo de processo. Nesta temporada a decisão está marcada para o Millenium Stadium, no País de Gales, que não foi selecionado como um dos palcos da Eurocopa de 2020.

No próximo ano, o Estádio Olímpico em Kiev, na Ucrânia, receberá a final da Liga dos Campeões apenas algumas semanas antes da disputa da Copa do Mundo de 2018 na vizinha Rússia.

A Espanha não recebe a final da Liga dos Campeões desde 2010, quando a Inter de Milão bateu o Bayern de Munique no Estádio Santiago Bernabéu. Já Baku tenta se tornar apenas a segunda cidade do Leste Europeu a sediar esse jogo - a única, até agora, foi Moscou, em 2008, no Estádio Luzhniki.

Além disso, a Uefa anunciou que sete estádios entraram na disputa para ser o palco da final da Liga Europa em 2019. Eles incluem Baku, o Hampden Park, em Glasgow, que também receberá a Eurocopa de 2020, e os estádios do Sevilla e do turco Besiktas. A Alemanha ofereceu duas opções - Frankfurt e Stuttgart -, mas apenas uma será considerada oficialmente. O outro concorrente é Tbilisi, na Georgia, palco da Supercopa da Europa em 2015.