• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após nova derrota, muros do Palmeiras amanhecem pichados: 'Acabou a paz'

  • COMPARTILHE
Esportes

Após nova derrota, muros do Palmeiras amanhecem pichados: 'Acabou a paz'

São Paulo - A paciência da torcida do Palmeiras parece mesmo ter acabado de vez. A derrota de domingo para o Audax por 2 a 1, pelo Campeonato Paulista, foi a gota d'água para alguns palmeirenses que apelaram para o vandalismo e picharam os muros da sede do clube, em São Paulo, na manhã desta segunda-feira.

A revolta da torcida não aconteceu somente pela derrota de domingo. O principal motivo é o péssimo momento da equipe na Libertadores, na qual já vê a classificação para a próxima fase bastante ameaçada. Diante do atual cenário, estes torcedores cravaram nos muros do clube: "Acabou a paz".

Foram diversas as reclamações pichadas e em parte delas predominava o tom ameaçador. "Acabou a paz, pilantras!!!!", "Queremos elenco campeão" e "Elenco de Série B" foram algumas das frases escritas no muro.

A maior revolta desta parte da torcida parecia ser em relação à verba que o clube já demonstrou ter em alguns momentos, principalmente na aquisição de reforços, mas que não tem sido traduzida em bons elencos e times competitivos.

Os torcedores lembraram as diversas fontes de renda do clube. "Estádio = $, Crefisa = $, Avanti = $, cadê o futebol?" e "R$ 3 milhões de renda" diziam as pichações.

Sem embalar em 2016, o Palmeiras trocou de treinador na semana retrasada, mas Cuca, que substituiu Marcelo Oliveira, perdeu as duas primeiras partidas à frente da equipe. Se no Campeonato Paulista o time mantém a liderança do Grupo B, na Libertadores é o terceiro do Grupo 2 e precisa vencer seus últimos dois compromissos se quiser se classificar.