• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após passar sufoco na Libertadores, Palmeiras tenta vencer e convencer

  • COMPARTILHE
Esportes

Após passar sufoco na Libertadores, Palmeiras tenta vencer e convencer

São Paulo - A vitória sobre o Rosario Central na quinta-feira, pela Libertadores, esfriou os ânimos no Palmeiras, mas a situação do técnico Marcelo Oliveira está longe de ser cômoda. Por isso, uma vitória convincente contra o Capivariano, neste domingo, às 16 horas, é fundamental para distanciar a crise dos arredores do Allianz Parque, palco da partida.

A situação é, teoricamente, bastante favorável ao Palmeiras. O time vem de vitória sobre o Rosario e vai encarar o lanterna geral do Campeonato Paulista e que iniciou esta rodada como pior defesa, com 14 gols sofridos. Na história, nunca conseguiu vencer o trio de ferro - Corinthians, Palmeiras e São Paulo.

Essas situações fariam com que o Palmeiras fosse amplo favorito, mas os comandados de Marcelo Oliveira não conseguem fazer o torcedor acreditar em vida fácil diante de qualquer adversário. Contra o Rosario, mesmo com mais de 36 mil torcedores apoiando e o time argentino com apenas cinco jogadores considerados titulares, a vitória por 2 a 0 foi sofrida.

Ao final do jogo, ficou a esperança de conseguir repetir o bom primeiro tempo mais vezes e por mais tempo. "Mostramos no primeiro tempo a nossa qualidade. Falta ter constância", alertou Fernando Prass, destaque do jogo com uma defesa de pênalti, dentre outros feitos.

Em relação ao time, Marcelo Oliveira vive um dilema. Poupa para a partida da próxima quarta-feira, contra o Nacional, do Uruguai, pela Libertadores, ou escala o que tem de melhor para dar ainda mais confiança ao grupo e chegar forte psicologicamente para o jogo do meio da semana?

A tendência é que ele adote o meio-termo. O treinador vai esperar pelo resultado dos exames para saber quais atletas podem atuar sem correr risco de lesão. Zé Roberto deve ser um dos preservados. Na zaga, Thiago Martins e Vitor Hugo jogarão, já que Edu Dracena e Roger Carvalho se recuperam de lesão e Nathan não está escrito. Desfalque certo é o meia Robinho, suspenso.

CAPIVARIANO - O Capivariano virou notícia na semana pelo fato de os atletas terem se envolvido em um incidente com a polícia em Itu, após a derrota por 2 a 1 para o Ituano. O zagueiro Leandro Silva, agredido durante a confusão, pode ser desfalque por causa de dores no tornozelo e dar lugar a Bruno Maia. O desfalque certo será o lateral-esquerdo Marlon, que deixou o clube rumo ao futebol paraense. Alex Barros entra na vaga.

O técnico Roberto Fernandes, por sua vez, foi até o Allianz Parque assistir o duelo do time paulistano pela Libertadores na última quinta e sabe que, mesmo com alguns reservas, o adversário será uma parada dura para a sua equipe. "Eles devem poupar alguns jogadores, mas o Palmeiras tem um elenco de alta qualidade", analisou.