• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após vencer o maior rival, Desportiva encara o vice-líder Espírito Santo

  • COMPARTILHE
Esportes

Após vencer o maior rival, Desportiva encara o vice-líder Espírito Santo

Capitão e um dos destaques da campanha invicta da Desportiva Ferroviária em 2016, Felipe sabe que a partida será mais um duelo difícil na busca por uma vaga na decisão do Campeonato Capixaba

O goleiro Felipe não se contenta apenas com o triunfo sobre o Rio Branco e quer que a Locomotiva Grená mantenha o ritmo para buscar mais uma vitória Foto: Henrique Montovanelli/Desportiva​

Todos sabem que no futebol uma vitória contra o maior rival eleva o moral do grupo para a partida seguinte. O goleiro Felipe, entretanto, não se contenta apenas com esse feito e quer que a Locomotiva Grená mantenha o ritmo para buscar mais uma vitória nesta quarta-feira (30), contra o Espírito Santo, às 19h15, na Arena Unimed Sicoob, em Cariacica.

Capitão e um dos destaques da campanha invicta da Desportiva Ferroviária em 2016, Felipe sabe que a partida será mais um duelo difícil na busca por uma vaga na decisão do Campeonato Capixaba. Vindo de uma vitória contra o Rio Branco, no último sábado, a Tiva ocupa a liderança do Hexagonal Semifinal, com sete pontos, seguida do próprio Espírito Santo, que tem cinco.

“Ter vencido o rival é importante mas o que dá moral para a gente é a sequência que estamos tendo, conseguindo implantar o nosso sistema, que os jogadores assimilaram muito bem. Espero que a gente consiga manter essa postura contra o Espírito Santo, que é um time experiente e difícil de enfrentar. Encontramos dificuldades em todos os jogos que fizemos contra eles, mas sabemos da nossa qualidade e que temos totais condições de ganhar essa partida”, analisa o paredão grená.

O técnico Erich Bomfim conta com o zagueiro Rafael Olioza, que cumpriu suspensão no clássico e retorna para a zaga, ao lado de Willyan, mas pode ter o desfalque do atacante Paulo Vitor, que torceu o tornozelo no treino desta terça-feira (29) e é dúvida para a partida. O comandante, porém, faz mistério e prefere não revelar a equipe que entre em campo amanhã.

“Não tivemos muito tempo para treinar. Gostei muito da postura do time no último jogo, principalmente no segundo tempo, mas estou pensando em algumas alternativas e por isso ainda não defini a equipe. Vou manter a base do time, mas é possível que tenhamos algumas novidades. O Espírito Santo é um time qualificado, que vem de uma crescente, mas dentro de casa nós precisamos impor nosso ritmo e conseguir essa vitória, que é importante para a manutenção da liderança”, afirma o treinador.