• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após título no Pan, Mayra Aguiar reassume liderança do ranking mundial do judô

  • COMPARTILHE
Esportes

Após título no Pan, Mayra Aguiar reassume liderança do ranking mundial do judô

São Paulo - O título do Campeonato Pan-Americano de Judô, conquistado sexta-feira, em Edmonton (Canadá), recolocou Mayra Aguiar no topo do ranking mundial da categoria até 78kg. A gaúcha estava sem lutar desde o título mundial do ano passado e voltou em grande forma, superando na final continental a sua principal rival, a norte-americana Kayla Harrison.

Como não havia lutado o Pan em 2014, Mayra não tinha pontos a defender e pôde adicionar os 400 do título na sua conta. Com 2.480, ela deixou para trás Audrey Tcheumeo (França), que tem 2.120. A terceira colocada da lista é exatamente Harrison, com 2.000 pontos.

Como o Brasil já tem vaga assegurada em todas as categorias nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, a principal função do ranking mundial para os judocas brasileiros é permitir a eles entrarem como cabeças de chave nas principais competições, incluindo aí o Mundial e a Olimpíada.

Depois do Pan, o Brasil tem outros sete atletas que estão entre os quatro primeiros do ranking mundial em suas respectivas categorias: Charles Chibana (quarto na até 66kg), Victor Penalber (terceiro na até 81kg), Rafael Silva (líder no peso pesado), Sarah Menezes (vice-líder na até 48kg), Erika Miranda (terceira na até 52kg), Rafaela Silva (segunda na até 57kg) e Maria Suelen Altheman (segunda no peso pesado). Só Chibana não ganhou medalha no Pan. Rafaela foi prata e Maria Suelen, machucada, não competiu. Os demais foram campeões.

RANKING OLÍMPICO - No ranking mundial, os pontos obtidos nas últimas 52 semanas (um ano) têm 100% dos seus valores computados. Nas 52 semanas anteriores, valem apenas 50%. Depois, deixam de ser computados. Por isso, a lista não reflete a corrida olímpica.

A partir do ranking que já computa os pontos com o peso que eles terão em 30 de maio de 2016, é possível observar como está a disputa interna entre os brasileiros pela convocação para a Olimpíada.

Sarah Menezes, Erika Miranda, Rafaela Silva, Mayra Aguiar, Charles Chibana, Victor Penalber e Tiago Camilo sobram em suas categorias. Na até 60kg, Eric Takabatake tem 21 pontos a mais que Felipe Kitadai, apesar de ter perdido dele na final do Pan. Alex Pombo abriu 118 pontos de folga sobre Marcelo Contini na até 73kg, enquanto Luciano Correa está 220 pontos à frente de Hugo Pessanha na até 100kg.

Entre as mulheres, Mariana Silva é a 10.ª do ranking olímpico, mas Ketleyn Quadros subiu agora para esta categoria. Na até 70kg, Maria Portela perdeu o confronto direto para Bárbara Timo no Canadá, mas acabou com bronze, enquanto a rival terminou em quinto. Agora são 166 pontos de vantagem de Portela sobre Bárbara. No peso pesado, Maria Suelen é a melhor do País, mas está machucada. Rochele Nunes foi vice-campeã do Pan e já encostou.