• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Árbitro relata que dirigente da Ferj pediu para alterar súmula e ajudar o Fla

  • COMPARTILHE
Esportes

Árbitro relata que dirigente da Ferj pediu para alterar súmula e ajudar o Fla

Rio - Um dirigente de arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) teria invadido o vestiário do Maracanã após a partida em que o Flamengo eliminou o Corinthians e avançou na Copa Brasil Sub-17 e pedido para que o árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus, alterasse a súmula do jogo e retirasse um cartão amarelo dado ao seu filho.

"Antes de iniciar a partida, o assessor de arbitragem da FERJ, identificado como Mário Jorge entrou no vestiário da arbitragem, sem que fosse convidado. Imediatamente solicitei que se retirasse do recinto e ele assim o fez. Porém, após o término da partida, este mesmo senhor entrou novamente no vestiário da arbitragem, sem que fosse convidado, e, para a surpresa deste quarteto (de arbitragem), solicitou que retirássemos a advertência dada para o atleta de número 6 do Flamengo, Théo Maia Marques de Oliveira, e colocássemos para o atleta de número 5, Rafael Santos de Sousa, alegando que o atleta advertido fosse seu filho e que estaria suspenso com o cartão recebido", escreveu o árbitro na súmula do jogo.

De acordo com o Alexandre Vargas Tavares de Jesus, a cena foi presenciada por todos os membros do quarteto de arbitragem. Na súmula, o árbitro disse que recebeu de Mário Jorge um bilhete descrevendo o pedido para a troca de advertências. "Informo que o bilhete está em meu poder e enviarei para as autoridades competentes para ser anexado a esta súmula", completou.