• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caldense segura Atlético-MG em BH e empata sem gols na 1ª final do Mineiro

Esportes

Caldense segura Atlético-MG em BH e empata sem gols na 1ª final do Mineiro

Com o precioso 0 a 0 diante do Atlético na capital neste domingo, a equipe do interior precisa agora apenas de um empate no estádio Gilson Melo, no Sul de Minas, para ficar com o título

Primeiro jogo da final mineira foi de retranca. Caldense pode jogar por outro empate Foto: R7

Belo Horizonte - O Atlético Mineiro entrou motivado para a primeira partida da final do Campeonato Mineiro neste domingo, no Mineirão, contra a invicta Caldense. Após as vitórias sobre o Cruzeiro, na semifinal do Estadual, no último domingo, e a emocionante classificação para as oitavas da Copa Libertadores contra o Colo Colo, do Chile, o time de Levir Culpi prometia encurralar o adversário. Mas decisão é decisão, e o que se viu no Mineirão foi uma Caldense disposta a manter a sua invencibilidade desde o início e levar para Varginha, no próximo domingo, a vantagem do empate para sonhar com o título do Mineiro.

Com o precioso 0 a 0 diante do Atlético na capital neste domingo, a equipe do interior precisa agora apenas de um empate no estádio Gilson Melo, no Sul de Minas, para ficar com o título. O segundo duelo da final não será jogado no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas, porque o local não tem a capacidade mínima de 10 mil lugares exigida pela Federação Mineira.

As duas primeiras chances de perigo do confronto foram dos visitantes. Logo aos 6 minutos de jogo, Nadson cobrou escanteio e Tiago Azulão cabeceou para fora, bem perto da meta de Victor. Aos 11 minutos, novamente Tiago Azulão, que recebeu lançamento de Marcelinho, ganhou na disputa com Douglas Santos e cruzou para Luiz Eduardo, que tentou gol de letra, mas não conseguiu finalizar e abrir o marcador.

Depois do susto, o Atlético-MG mostrou que estava vivo na partida. Aos 28, foi a vez de Luan acertar belo passe para Rafael Carioca, que, de frente para o gol, finalizou para fora. Logo depois, aos 32, a maior chance de gol da partida. Novamente Luan, em jogada rápida pela direita, cruzou para Carlos, que cabeceou na cara do gol para boa defesa de Rodrigo. No rebote, o próprio Carlos finalizou para fora, com o gol vazio.

Com o placar inalterado, as duas equipes voltaram para a etapa complementar com a mesma pegada. Por estar jogando no Mineirão, o Atlético comandava de forma mais intensa as ações do confronto. Logo aos 5 minutos, Lucas Pratto se livrou de três adversários e finaliza para fora, em linda jogada. O lance animou a torcida do Atlético, que lotava o Mineirão. O público presente foi de 54.629 pessoas. O time da capital aproveitou a festa nas arquibancadas para aumentar a pressão contra a Caldense. E o time do interior aproveitava para tentar seu gol no contra-ataque.

Aos 25, a Caldense quase marcou com Nadson. Cristiano invadiu a área e cruzou para defesa parcial de Victor. No rebote, Yuri chutou de fora da área e a bola explodiu em Edcarlos. Na sobra, Nadson chutou para fora.

Diante da postura agressiva e contundente da Caldense, o Atlético não conseguiu reeditar as últimas partidas e acabou refém da estratégia do time do interior. Em tentativa perigosa dos anfitriões, aos 38, Patric tabelou com Dátolo, mas finalizou para fora, sem perigo. Antes do fim, o Atlético ainda tentou com Pratto, que cabeceou mal e a bola foi parar nas mãos de Rodrigo. Com o 0 a 0 no placar, as duas equipes encaram agora uma semana inteira de preparação para a grande final no próximo domingo, em Varginha.