• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após sofrer em La Paz, São Paulo voltará a ter altitude como obstáculo

  • COMPARTILHE
Esportes

Após sofrer em La Paz, São Paulo voltará a ter altitude como obstáculo

São Paulo - O São Paulo vai reencontrar as dificuldades de jogar na altitude nas oitavas de final da Copa Libertadores. Após viver um sufoco para superar a fase de grupos nos 3,6 mil metros acima do nível do mar em La Paz, será a vez de encarar 2,6 mil metros em Toluca, no México, na semana que vem, no confronto de volta.

A casa do próximo adversário fica a cerca de 70 km da capital mexicana. É uma das cidades mais altas do país. Pela distância do Brasil, vai exigir do time do Morumbi encarar pelo menos nove horas de voo, fora duas horas de fuso horário.

Outro time brasileiro encarou a altitude de Toluca nesta Libertadores. O Grêmio estreou na cidade na fase de grupos e, para se preparar, viajou com antecedência. A equipe gaúcha fez três treinos no local da partida para se ambientar, mas perdeu por 2 a 0, apesar de jogar com um a mais.

O Toluca manda as partidas no estádio Nemesio Diez, que foi um dos palcos das Copas do Mundo de 1970 e 1986. Apelidado de La Bombonera, o local relembra a casa do Boca Juniors apenas pelo formato parecido ao de uma caixa de bombons. O clube não tem uma torcida fanática e dificilmente joga como mandante para grandes públicos.

A boa campanha na Copa Libertadores contrasta com uma fase irregular no Campeonato Mexicano. O time está praticamente fora do mata-mata decisivo ao ocupar o 11º lugar entre 18 participantes.

Apesar de ter vencido as três partidas em casa na Libertadores, costuma ter um desempenho fraco como mandante contra adversários locais.

FORTALECIDO - O São Paulo aposta que mesmo com altitude estará mais confiante para a próxima fase da Copa Libertadores. Ao contrário da preparação para enfrentar o The Strongest, o time não disputa mais o Campeonato Paulista e terá tempo para se dedicar ao Toluca.

"Muitos não acreditavam na classificação. Foi difícil. Decidir uma classificação na altitude, contra uma boa equipe, não é nada fácil. Mas conseguimos. É por isso que a equipe volta confiante e bastante feliz", disse o meia Michel Bastos após retornar de La Paz.

A altitude de La Paz fez com que ele e outros jogadores precisassem recorrer a balões de oxigênio para suportar o ar rarefeito.

Neste domingo o time folga e retorna aos trabalhos na segunda-feira. O jogo de ida com o Toluca será na quinta-feira, no Morumbi. O clube ainda não divulgou qual será a programação da viagem ao México.