• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dono do Audax reclama da venda de jogador ao Palmeiras

  • COMPARTILHE
Esportes

Dono do Audax reclama da venda de jogador ao Palmeiras

Osasco - Após acertar a transferência para o Palmeiras, o meia Tchê Tchê, do Audax, foi o tema de uma reclamação nesta sexta-feira do dono do clube, Mário Teixeira. O empresário foi ao treino da equipe no estádio José Liberatti e, durante o trabalho de aquecimento, entrou no gramado e demonstrou irritação. O técnico Fernando Diniz precisou acalmar o dirigente e o afastar do trabalho do elenco.

A contratação de Tchê Tchê foi fechada na tarde de quinta-feira, véspera do último treino aberto do Audax à imprensa, antes da primeira partida da final do Campeonato Paulista, contra o Santos. "Dinheiro nunca foi problema aqui" e "eu sempre dei tudo o que pediram", gritou Mário Teixeira enquanto caminhava pelo campo e tentava se aproximar dos jogadores, irritado com o vazamento da negociação.

O dono do clube fez a aquisição no fim de 2013 por cerca de R$ 30 milhões. Apesar de evitar entrevistas, acompanha o time nos jogos e tem uma relação próxima com os jogadores. Tchê Tchê, de 23 anos, está na equipe desde 2007 e foi autor de um dos gols contra o Corinthians, no último sábado, pela semifinal do Estadual. Ele assinou contrato de três anos com o Palmeiras.

Teixeira acabou acalmado pelo técnico e outros jogadores do time após esbravejar contra a transferência. Logo depois, o Audax retomou o trabalho de aquecimento. A primeira partida da decisão é no domingo, no estádio José Liberatti.