• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após marcar, Luis Fabiano celebra fim de 'incômodo' e brinca: 'Abençoado Manga'

  • COMPARTILHE
Esportes

Após marcar, Luis Fabiano celebra fim de 'incômodo' e brinca: 'Abençoado Manga'

Rio - Demorou, mas o primeiro gol de Luis Fabiano pelo Vasco saiu no último domingo, e logo de cara selou o título da Taça Rio para o clube de São Januário na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo. Aliviado pelo fim do jejum, o atacante celebrou a possibilidade de retribuir o carinho dos torcedores.

"Incomoda muito para o atacante não fazer gol. Depois de todo o carinho que recebi, queria muito retribuir. Desde que eu pisei no Rio, tem sido fantástico. A torcida me acolheu de uma maneira espetacular. Estava me incomodando não retribuir esse carinho todo. Atacante vive de gol. Eu sabia do porquê de não estar saindo os gols, do muito tempo sem jogar, mas incomoda não fazer gol", disse em entrevista à SporTV nesta segunda-feira.

Após sete partidas, o gol do veterano de 36 anos saiu nos acréscimos do segundo tempo da decisão de domingo, e graças ao colombiano Manga Escobar. O atacante recebeu em velocidade e ficou de frente para o goleiro Helton Leite, mas não foi egoísta e tocou de lado para Luis Fabiano finalizar para o gol vazio.

"Na hora, eu pensei: 'Ou você toca, ou você morre, Manga'", contou, aos risos. "Eu acompanhei a jogada. Se ele chuta, podia ter o rebote. Ele dominou e já olhou do lado. Eu tinha a convicção de que ele ia tocar essa bola, o goleiro saiu fechando o ângulo dele. O Manga não é um cara egoísta, fominha, ele sempre toca para o companheiro que está melhor. Manguita! Que belo passe. Abençoado Manga!", completou.