• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após título, Federer assume 4º lugar da ATP; Nadal também sobe 2 postos e é o 5º

Esportes

Após título, Federer assume 4º lugar da ATP; Nadal também sobe 2 postos e é o 5º

O espanhol Rafael Nadal, superado por Federer na final do último domingo nos Estados Unidos, também galgou mais dois postos no ranking e foi outro nome de destaque que retornou ao Top 5

Suíço subiu duas posições na listagem da Associação dos Tenistas Profissionais  Foto: Reprodução/Instagram

Londres - O glorioso início de temporada vivido por Roger Federer segue fazendo efeitos no ranking da ATP, que voltou a ser atualizado nesta segunda-feira. Depois de conquistar o seu terceiro título em quatro torneios disputados no ano - desta vez foi campeão do Masters 1000 de Miami -, o suíço subiu mais duas posições na listagem da Associação dos Tenistas Profissionais e assumiu o quarto lugar, com 5.305 pontos.

O espanhol Rafael Nadal, superado por Federer na final do último domingo nos Estados Unidos, também galgou mais dois postos no ranking e foi outro nome de destaque que retornou ao Top 5, agora como quinto colocado, com 4.735 pontos.

Assim, o recordista de títulos de Grand Slam e o nove vezes campeão de Roland Garros se aproximaram um pouco mais também do suíço Stan Wawrinka, que se manteve na terceira colocação, com 5.785 pontos. Ou seja, Federer agora está apenas 480 pontos atrás do seu compatriota, enquanto o espanhol reduziu para 1.040 a distância para o atual campeão do US Open.

Ausentes do Masters 1000 de Miami por motivo de lesão, o britânico Andy Murray e o sérvio Novak Djokovic continuam tranquilos nas respectivas liderança e segunda posição do ranking, sendo que o escocês ostenta agora mais de 4 mil pontos de vantagem sobre o tenista de Belgrado.

Como defendia a condição de atual campeão em Miami e acabou ficando fora do torneio norte-americano, Djokovic teve descontados 1.000 pontos do título do ano passado, mas mesmo assim possui uma distância confortável de 2.130 sobre Wawrinka.

Já o japonês Kei Nishikori, surpreendido pelo italiano Fabio Fognini nas quartas de final em Miami, foi quem teve a queda mais expressiva no Top 10. Ele caiu da quarta para a sétima posição e, além de ter sido ultrapassado por Federer e Nadal, também viu Milos Raonic ficar à sua frente, agora na sexta colocação. O canadense, porém, perdeu um posto em relação à última atualização do ranking, deixando o Top 5.

A outra alteração no Top 10 envolveu o croata Marin Cilic e o austríaco Dominic Thiem, que trocaram de posições e agora ocupam respectivamente o oitavo e o nono lugares. O francês Jo-Wilfried Tsonga, que se manteve em décimo, fecha o grupo dos dez primeiros colocados.

Já pouco abaixo deste grupo, destaque para as evoluções do búlgaro Grigor Dimitrov e do checo Tomas Berdych, que subiram um posto cada um e agora figuram nas respectivas 12ª e 13ª posições. O norte-americano Jack Sock, por sua vez, saltou da 17ª para a 15ª colocação depois de ter avançado às quartas de final em Miami.

Entre todos os tenistas que estão no Top 30, entretanto, quem mais subiu postos nesta atualização do ranking foi Fabio Fognini, que pulou da 40ª para a 28ª posição depois de ter chegado às semifinais em Miami.

BRASILEIROS - Entre os brasileiros, quem comemorou maior evolução na listagem da ATP entre os tenistas do Top 100 foi Thomaz Bellucci, que subiu da 71ª para a 67ª colocação depois de avançar à segunda rodada do Masters 1000 norte-americano. Thiago Monteiro e Rogério Dutra Silva, outros dois jogadores do País que figuram no grupo dos 100 primeiros, galgaram um posto cada um e agora ocupam respectivamente os 81º e 83º lugares.

Já no ranking individual de duplistas, Marcelo Melo comemorou nesta segunda-feira a sua ascensão do nono para o sexto lugar depois de ter se sagrado campeão de duplas em Miami ao lado do polonês Lukasz Kubot, este que saltou quatro posições nesta listagem e agora é o 13º.

Eliminado por Melo e Kubot nas quartas de final em Miami atuando ao lado do britânico Jamie Murray, o brasileiro Bruno Soares caiu uma posição nesta segunda-feira e assim agora figura em nono lugar nesta listagem.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Andy Murray (GBR), 11.960 pontos

2) Novak Djokovic (SER), 7.915

3) Stan Wawrinka (SUI), 5.785

4) Roger Federer (SUI), 5.305

5) Rafael Nadal (ESP), 4.735

6) Milos Raonic (CAN), 4.345

7) Kei Nishikori (JAP), 4.310

8) Marin Cilic (CRO), 3.385

9) Dominic Thiem (AUT), 3.385

10) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.265

11) Gael Monfils (FRA), 3.010

12) Grigor Dimitrov (BUL), 2.880

13) Tomas Berdych (RCH), 2.790

14) David Goffin (BEL), 2.705

15) Jack Sock (EUA), 2.510

16) Nick Kyrgios (AUS), 2.425

17) Lucas Pouille (FRA), 2.376

18) Roberto Bautista (ESP), 2.190

19) Pablo Carreño Busta (ESP), 2.025

20) Alexander Zverev (ALE), 2.005

67) Thomaz Bellucci (BRA), 736

81) Thiago Monteiro (BRA), 668

83) Rogério Dutra Silva (BRA), 652