• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'As lesões não podem ser desculpa para Barcelona ou Bayern', diz Messi

  • COMPARTILHE
Esportes

'As lesões não podem ser desculpa para Barcelona ou Bayern', diz Messi

Barcelona - Lionel Messi monopolizou as atenções nesta terça-feira ao ser convocado para dar entrevista coletiva antes do jogo de ida da semifinal da Liga dos Campeões, contra o Bayern de Munique, nesta quarta, no Camp Nou. E o astro argentino aproveitou a oportunidade para exaltar a grandeza deste confronto e para ressaltar que o time alemão não poderá utilizar o seu grande número de desfalques como desculpa para uma eventual eliminação no mata-mata continental.

E Messi lembrou que o mesmo raciocínio serve para o Barça, que há duas temporadas não estava em condições ideais para encarar o mesmo Bayern nas semifinais da Liga dos Campeões e acabou até ficando fora do confronto de volta. Naquela ocasião, o time alemão atropelou ao fazer 4 a 0 no jogo de ida, em casa, e depois 3 a 0 na partida de volta. Desta vez, o Bayern, entretanto, a equipe alemã não contará, entre outros lesionados, os astros Arjen Robben e Franck Ribery.

"Já passou muito tempo desde aquilo, nós chegamos para aqueles jogos de outra maneira e será uma eliminatória diferente", disse Messi, que depois enfatizou: "Os lesionados não foram desculpa (para eliminação diante do Bayern) e tampouco serão agora. São dois times grandes demais".

E o atacante chega para esta partida cheio de confiança e voltando a atuar no seu melhor nível, depois de ter amargado uma temporada passada atrapalhada por lesões e outros problemas. "As sensações são muito boas, mas estamos com tranquilidade, passo a passo, sabemos que falta muito pouco e serão jogos muito difíceis", afirmou Messi, que depois reforçou: "O ano passado foi muito difícil para mim por tudo que vivi dentro e fora de campo. Com lesões e, depois, voltar e não me sentir como queria. Este ano é totalmente diferente e estou me sentindo muito bem".

REENCONTRO COM GUARDIOLA - Messi também minimizou nesta terça-feira o peso que terá o seu reencontro com Pep Guardiola, técnico com o qual fez história com inúmeros títulos no Barcelona. Ele não vê uma possível triunfo sobre o seu ex-comandante, hoje dirigindo o Bayern, como um fator extra de motivação. "Me motiva o jogo pelo que significa, por jogar contra um grandíssimo time", disse.

Messi lembrou também que teve uma relação "muito boa" com Guardiola e admitiu que o treinador conhece "muito bem o time do Barça e estuda tudo" sobre o time. Ele, porém, não acredita que isso seja um fato que pesa em favor do Bayern. "Não existe vantagem do Guardiola por conhecer o Barcelona. Nem de nós a ele. Isso é o mesmo para cada um. A verdade é que será um confronto forte por serem duas grandes equipes. Ninguém tem vantagem em nenhum aspecto", ressaltou.

"Tive a sorte de trabalhar com o Guardiola e crescer muito com ele. Só que as coisas passam, sigo evoluindo e ele também. O confronto não é nós contra ele e nem ele contra nós", completou o argentino.