• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brasileiros perdem todos os jogos em etapa suíça do vôlei de praia

Esportes

Brasileiros perdem todos os jogos em etapa suíça do vôlei de praia

Lucerna - As duplas masculinas do Brasil fracassaram no primeiro dia da chave principal do Open de Lucerna, na Suíça, a segunda etapa da temporada 2015 do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta quinta-feira, André Stein/ Vinícius Freitas e Álvaro Filho/Vitor Felipe perderam os dois jogos que disputaram e se complicaram na luta por uma vaga na próxima fase.

Pelo Grupo A, André e Vinicius foram superados pelos suíços Gabathuler e Gerson por 2 sets a 1, com parciais de 21/19, 16/21 e 15/7. Depois, a derrota foi para os mexicanos Virgen e Ontiveros por 2 a 0, com parciais de 21/17 e 21/16. Nesta sexta, eles vão disputar o terceiro lugar da chave e uma vaga na repescagem com os porto-riquenhos Rodríguez-Bertrán e Haddock.

Por sua vez, Álvaro Filho e Vitor Felipe perderam para os russos Koshkarev e Barsouk por 2 sets a 1, com parciais de 24/22, 15/21 e 15/7, pelo Grupo D. O segundo revés do dia também foi em três sets, dessa vez para os bielo-russos Dziadkou e Kavalenka, com parciais de 21/15, 16/21 e 15/12. Nesta sexta, na rodada final do Grupo D, os brasileiros vão encarar os norte-americanos Doherty e Mayer.

As duplas femininas do Brasil em Lucena - Duda/Elize Maia e Lili/Carolina Horta -, por sua vez, tiveram desempenho oposto com duas vitórias em dois jogos realizados, o que as levou a assegurar passagem para a repescagem.

Em seu primeiro torneio juntas, Duda e Elize Maia bateram as austríacas Katharina Schützenhöfer e Lena Plesiutschnig por 2 sets a 0 (21/12, 21/11) e garantiram o segundo lugar do Grupo D. Agora elas vão ter pela frente as norte-americanas Summer Ross e Jennifer Fopma.

Lili e Carolina Horta derrotaram as italianas Giulia Momoli e Laura Giombini por 2 sets a 0 (21/18, 21/19) e asseguraram a segunda posição do Grupo E. Na repescagem, elas vão encarar as finlandesas Riikka Lehtonen e Taru Lahti.

"Fizemos um jogo bom contra a Itália, sabemos que aqui no Circuito Mundial não tem time fácil, então todas as partidas exigem concentração máxima e cada bola é decisiva. A Lili já conhecia bem esse time, pois treinou junto delas na Itália durante um período. Isso ajudou. Estamos felizes com a classificação, está sendo incrível poder disputar o tour e jogar ao lado da Lili, que é uma ótima parceira. O entrosamento vai melhorando a cada jogo, estamos nos conhecendo e entendendo como a outra joga. Esperamos crescer cada vez mais", disse Carol Horta.

Por ser uma etapa Open, o torneio em Lucerna não conta pontos para o ranking que vai definir os representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, e por isso não conta com as principais parcerias do País. Estas deverão priorizar as etapas de Grand Slam e Majors. Mas os pontos nos Open podem ajudar as duplas que correm por fora pela vaga olímpica a conseguir classificação para os eventos maiores.