• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Doping de Tyson Gay faz EUA perder prata do revezamento em Londres-2012

  • COMPARTILHE
Esportes

Doping de Tyson Gay faz EUA perder prata do revezamento em Londres-2012

Nova York - O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira que foi informado pelo Comitê Olímpico dos Internacional (COI) que os norte-americanos terão que devolver a medalha de prata conquistada no revezamento 4x100 metros masculino nos Jogos de Londres, em 2012, por conta do doping positivo de Tyson Gay.

"Conforme esperado, depois da decisão da USADA (Agência Antidoping dos EUA) no caso de Tyson Gay, o COI confirmou hoje (quarta-feira) que o time dos Estados Unidos foi desqualificado do revezamento 4x100 metros que fez parte da competição de atletismo dos Jogos Olímpicos de Londres. Nós vamos começar os esforços para recolher as medalhas e apoiamos todas as ações para proteger atletas limpos".

No ano passado, Tyson Gay aceitou a suspensão de um ano imposta a ele pela USADA, admitiu ter feito uso de anabolizantes pela primeira vez em julho de 2012 e foi obrigado a devolver a medalha de prata conquistada com o revezamento 4x100.

Agora, a decisão do COI se amplia a toda a equipe, que também tinha Trell Kimmons, Justin Gatlin, Ryan Bailey, Jeffery Demps e Darvis Patton - os dois últimos só correram a eliminatória. Assim, o pódio dos Jogos de Londres fica composto por Jamaica (ouro), Trinidad & Tobago (prata) e França (bronze).

Com a prata, Trinidad & Tobago sobe duas posições no quadro de medalhas por ouro, do 47.º para o 42.º lugar, empatado com Argentina, Sérvia e Eslovênia. Já a França ganha uma posição quando o quadro é pelo total de medalhas, pulando para o sétimo lugar. Foi a 35, mesmo número da Austrália, ficando à frente porque ganhou mais de ouro.

Com a desclassificação do time olímpico, também caiu o recorde norte-americano da prova. Agora, a nova melhor marca da história dos EUA no revezamento é o tempo de 37s38 feito no Mundial de Revezamentos deste ano, com Gay. Com Usain Bolt, a Jamaica já correu cinco vezes abaixo disso.